Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Terça, 16 de Abril de 2024
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Polícia

"Ligue 180" recebeu 1.777 denúncias de violência doméstica de MS em 2023

Número representa 4,8 pedidos de socorro diários através do contato telefônico

Campo Grande News - 27 de fevereiro de 2024 - 07:40

"Ligue 180" recebeu 1.777 denúncias de violência doméstica de MS em 2023
Cartaz sobre Lei Maria da Penha na Delegacia Especializada de Atendimento a Mulher (Foto: Henrique Kawaminami)

Dados divulgados pela Central de Atendimento à Mulher revelaram que no decorrer de 2023, Mato Grosso do Sul registrou 1.777 denúncias de violência contra mulheres através do “Ligue 180”, o que representa 4,8 “pedidos de socorro” diários.

Ao longo do ano de 2023, foram recebidas um total de 568,6 mil ligações em todo o Brasil, o que equivale a 1.558 ligações diárias. As denúncias de violências contra mulheres em 2023 foi 23% maior que as informadas no ano anterior, passando de 87,7 mil em 2022 para 114,6 mil em 2023. A nível nacional, Mato Grosso do Sul ocupa a 17ª colocação de maior volume de denuncias de violências.

Em 2023, houve uma reestruturação e uma intensificação nas campanhas de utilidade pública da Central. A partir de abril, o Ligue 180 ampliou suas operações para incluir um canal exclusivo de atendimento no WhatsApp. Ao longo do ano, foram registradas 6.689 mensagens, abrangendo solicitações de informações e denúncias até o mês de dezembro.

“O Ligue 180 é um canal que orienta as mulheres sobre os mais diversos direitos que elas têm, além dos serviços especializados que estão mais próximos dela. Às vezes a mulher tem medo de seguir em frente com uma denúncia, porque ela acha que vai perder a casa ou a guarda dos filhos, por exemplo. Então as atendentes do canal repassam informações importantíssimas para que as vítimas se sintam seguras e acolhidas”, ressalta Ellen Costa, coordenadora-geral da Central de Atendimento à Mulher.

A maioria das ligações recebidas pelo Ligue 180 (91,52%) referem-se a ameaças à integridade psíquica, física, negligência ou patrimonial, totalizando 546.061 violações. O impedimento de as mulheres usufruírem de sua liberdade – individual, sexual, de crença, laboral ou de expressão – foi a segunda motivação, com 5,63% das denúncias (33.616). O risco à vida das mulheres foi o sexto motivo para as denúncias (862), representando 0,14%. As demais violações que dizem respeito a direitos sociais, violência institucional, entre outros, somam 16.123 violações (2,68%).

Em janeiro de 2024, foram realizados 48.560 atendimentos telefônicos e 810 via Whatsapp. O total de denúncias foi de 10.852 em todo o brasil.

Ligue 180 - A Central de Atendimento à Mulher - Ligue 180 é um serviço público e gratuito do governo federal que orienta sobre os direitos das mulheres e sobre os serviços da Rede de Atendimento à Mulher em situação de violência em todo o Brasil, além de analisar e encaminhar denúncias para os órgãos competentes. Funciona 24 horas por dia, incluindo sábados, domingos e feriados. Disponível também no WhatsApp: (61) 9610-0180.

SIGA-NOS NO Google News