Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Terça, 7 de Dezembro de 2021
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

TJ nega liberdade provisória a vereadores de Santa Rita

Fernanda Mathias/Campo Grande News - 18 de abril de 2006 - 14:27

O TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), negou o pedido de habeas corpus para os cinco vereadores e o assessor jurídico da Câmara Municipal de Santa Rita do Pardo, acusados de extorquir a prefeita Eledir Barcelos (PT).

Conforme apuração do Perfil News, o recurso foi protocolado na manhã de sábado pelo advogado Julio Mancini, em favor de Ana Ruth Martins Faustino (PL), Oziel Dias Leal (PDT), Antônio Carlos Castelo Branco (PL), Marcelo Goulart (sem partido), a presidente da Câmara Zenilda Gregório (sem partido) e o assessor jurídico Enevaldo Alves da Rocha.

Mancini argumentou que os acusados não oferecem risco para a sociedade e poderiam ficar em liberdade. A Justiça de Brasilândia já havia negado o pedido de liberdade provisória. Para a prefeita, a soltura dos vereadores poderia gerar tensão social.

SIGA-NOS NO Google News