Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Segunda, 20 de Setembro de 2021
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Senador critica aumento de tributos a partir de segunda

Agência Senado - 29 de agosto de 2003 - 15:13


A decisão do governo de aumentar de 1,08% para 2,88% a alíquota da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) foi criticada pelo senador Paulo Octávio (PFL-DF) nesta sexta-feira , em Plenário. Ele também condenou o aumento de 3% para 4% da alíquota da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins). Ambas entram em vigor na próxima segunda-feira (1°).

Paulo Octávio observou que a majoração dos impostos atingirá em cheio todos os brasileiros, prejudicando ainda mais o contribuinte que, notou, já é sacrificado com a alta carga tributária, considerada uma das maiores do mundo. Com relação ao aumento do CSLL, “uma majoração recorde”, o senador observou que a contribuição incide pesadamente sobre setores considerados sensíveis da classe média, como médicos, dentistas, mecânicos e advogados, entre outros, ou seja, trabalhadores que se tornam pessoas jurídicas.

- Isso quer dizer que, com o aumento da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido, os pacientes de médicos e dentistas ou quem necessitar de um mecânico ou de um advogado irão pagar mais caro pelos serviços oferecidos já a partir de segunda-feira, o que, certamente, ajudará a empurrar a inflação para cima - alertou o senador.

Para protestar contra os aumentos, Paulo Octávio informou que o PFL fará manifestações por todo o país na próxima segunda-feira, às 15h. No Distrito Federal, o protesto, denominado “Dia da Forca, Manifestação Nacional contra o Partido dos Tributos”, será em frente ao Congresso Nacional.

SIGA-NOS NO Google News