Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Quarta, 8 de Dezembro de 2021
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Saúde pode suspender R$ 8,8 milhões em convênios

Inara Silva e Aline Queiroz / Campo Grande News - 26 de abril de 2006 - 14:14

Em função de cortes de gastos, a administração estadual pode suspender neste ano convênios na área da saúde avaliados em R$ 8,8 milhões. A confirmação é do secretário de Estado de Saúde Matias Gonsales, que concedeu entrevista à imprensa. Ele explicou que os convênios foram suspensos momentaneamente, mas não detalhou o número de contratos. Conforme Gonsales, a medida deve atingir convênios previstos para serem assinados este ano, como projetos estão reforma de hospitais, compra de ambulâncias e compra de equipamentos.
Os cortes, conforme o secretário, devem envolver também a Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). Matias Gonsales explicou que o governo não fez repasses de R$ 93 mil mensais ao serviço porque o convênio só prevê recursos, mas não detalha os investimentos.
O alvo dos cortes ainda não foi definido e depende de reunião com o governador Zeca do PT, tão logo retorne de Brasília.
Gonsales afirmou que dias atrás o governador chamou os secretários para reunião geral e explicou a situação da falta de verbas no Estado. Zeca teria pedido para que os secretários fossem cautelosos nos investimentos de modo que garantissem pagamento dos funcionários e investimentos na área social. Em princípio, a receita do Estado para este ano é de R$ 240 milhões, mas conforme Gonsales, poderá haver cortes.

SIGA-NOS NO Google News