Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Quinta, 21 de Outubro de 2021
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Quem se vacinou com dose única em MS não deve tomar reforço contra Covid-19, explica SES

Em Mato Grosso do Sul, mais de 234 mil pessoas se imunizaram com a Janssen

Midiamax - 16 de setembro de 2021 - 17:25

Quem se vacinou com dose única em MS não deve tomar reforço contra Covid-19, explica SES

Com o andamento das aplicações da segunda e terceira dose em Mato Grosso do Sul, muitos moradores se questionaram se haveria a necessidade da dose reforço para aqueles que tomaram a vacina de dose única. No entanto, as secretarias de Estado e Município esclarecem que quem tomou a vacina da Janssen e está fora do grupo de idosos acima de 60 anos, não vão precisar tomar.

A SES (Secretaria Estadual de Saúde) disse ao Jornal Midiamax por meio de nota que a dose reforço é exclusivamente para os moradores com mais de 60 anos e pessoas imunossuprimidas.

"A Secretaria de Estado de Saúde informa que a dose de reforço é somente para idosos acima de 60 anos e pessoas imunossuprimidas devem tomar a dose de reforço, independente do imunizante. Portanto, idosos acima de 60 anos e pessoas imunossuprimidas que tomaram a vacina da Janssen devem tomar a dose de reforço", disse.

Em Campo Grande, a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) disse que não há nenhuma orientação do Ministério da Saúde para que vacinados com a Janssen tomem a dose reforço. "Não existe nenhuma deliberação por parte do Ministério da Saúde recomendando a aplicação de dose de reforço, ou seja, uma segunda dose, para quem se vacinou com o imunizante da Janssen, que é de dose única", pontuou.

Em todo o estado a vacinação contra a Covid-19 continua, tanto para as primeiras doses de pessoas que perderam as datas, quanto para o público que vai tomar a segunda dose da CoronaVac, AstraZeneca ou Pfizer. Além da terceira dose para os idosos.

Em Mato Grosso do Sul, mais de 234 mil pessoas se imunizaram com a Janssen.

SIGA-NOS NO Google News