Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Quinta, 2 de Dezembro de 2021
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Polícia Civil da região deflagra operação de combate a falsificadores de diplomas

Coordenados pela Delegacia Seccional de Catanduva, policiais civis cumpriram 11 mandados de busca e apreensão. Organização criminosa pode ter emitido mais de mil certificados de curso superior e pós-graduação.

DL News - 21 de outubro de 2021 - 05:40

Polícia Civil da região deflagra operação de combate a falsificadores de diplomas
Foto por: Polícia Civil - Diplomas falsos

Coordenados pela delegacia seccional de Catanduva, a Polícia Civil deflagrou nesta quarta-feira, 20, a operação Romeo II, de combate a organizações criminosas especializadas em produção e venda de diplomas falsos.

Foram cumpridos 11 mandados de busca em apreensão em endereços residenciais e comerciais dos investigados nas cidades de Catanduva, Catiguá, São Paulo, Osasco e São José dos Campos.

As investigações começaram em 2019, na delegacia de Paraíso, a partir de denúncias acerca do uso de falsos certificados de conclusão de cursos de pós-graduação lato sensu, segunda licenciatura e bacharelados, os quais eram utilizados pelos compradores especialmente para evoluções salariais de cargos públicos, para inscrição em concursos públicos e para inscrições em Conselhos de Classe do Brasil.

A rede criminosa desmantelada criou, ainda, falsa plataforma on-line de renomada Universidade para a emissão dos referidos contrafeitos.

De acordo com o delegado Eder Galavoti Rodrigues, foi constatada a produção de aproximadamente 300 diplomas falsos. Porém, a Polícia Civil acredita que o grupo tenha comercializado mais de mil, a preços que variavam de R$ 2 mil a R$ 4 mil.

Os principais articuladores da organização foram identificados e responderão pelos crimes de falsificação de documentos, uso de documentos falsos, exercício irregular da profissão , estelionato e organização criminosa em vários Estados brasileiros, com forte atuação na região de São José do Rio Preto e Barretos.

A operação foi nomeada Romeo II  em referência à Resolução 2, do Conselho Nacional de Educação, que definiu os programas "especiais de formação pedagógica”, inclusive a de segunda licenciatura.

"O próximo passo será analisar toda a documentação apreendida e os aparelhos eletrônicos. Vamos oficiar o Ministério da Educação para investigar a veracidade dos diplomas. Lembrando também que, quem utilizou diploma falso para obtenção de vantagem, pode ser enquadrado nos crimes de uso de documento falso e exercício ilegal da profissão”, afirmou.

Participaram da operação policiais civis da cidade de Paraíso, Catiguá, Novais, Tabapuã, Pindorama, Santa Adélia, Elisiário, Catanduva, São Paulo, Osasco e São José dos Campos .

SIGA-NOS NO Google News