Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Terça, 18 de Janeiro de 2022
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

PM de Chapadão é preso por atirar na esposa, grávida

Jovem Sul News - 13 de fevereiro de 2009 - 10:22

No início da tarde desta quinta-feira, 12 de fevereiro, às 13 horas, uma mulher deu entrada no Hospital Municipal de Chapadão do Sul com ferimento à bala no tórax e com sinais de duas pancadas na cabeça.

Trata-se de Lúbia de Jesus Silva, 19 anos, grávida de quatro meses, amásia de Aroldo Tavares Lira, o Cabo Lira, 47 anos, da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul, lotado em Chapadão do Sul. Segundo ela, Lira levou-a para um matagal, próximo ao Rio Aporé, distante 7 Km da cidade, e tentou matá-la.

Segundo o pai da vítima, Elias Rodrigues Silva, a filha disse que sofreu uma coronhada na cabeça e desmaiou. Ao retomar sua consciência, teria sofrido nova coronhada e um tiro no tórax, abaixo do braço.

A mulher pediu água ao policial, que tirou a blusa da moça e foi até o rio para encharcar a peça de roupa. A mulher aproveitou a ausência do policial e fugiu. Foi até um Posto Fiscal existente na BR 060 e pediu socorro.

Lira foi detido e autuado em flagrante. O delegado de Polícia de Chapadão do Sul, Lúcio Fátima, disse que o policial usou de seu direito constitucional de só falar em juízo.

Cabo Lira será levado para o presídio militar de Campo Grande.

Lúbia foi atendida no Hospital Municipal de Chapadão do Sul e transferida para Campo Grande em estado grave. Acompanhou a mulher o médico Dr. João Buzoli.

O pai da vítima falou que o crime pode ser por motivos passionais, já que o policial sempre demonstrou ter ciúmes da mulher, que tem um filho com outro homem.


Fonte: jovemsulnews (Norbertino)

SIGA-NOS NO Google News