Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Sábado, 13 de Agosto de 2022
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Perdas do setor agropecuário podem chegar a R$ 30 bi

Agência Câmara - 19 de abril de 2006 - 18:22

O setor agropecuário brasileiro sofreu, em 2005, uma queda de renda de R$ 16,3 bilhões em relação a 2004. A estimativa é que, entre 2005 e 2006, a redução na renda chegue a R$ 30 bilhões. Esses dados fazem parte de estudo elaborado pelo assessor técnico da Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural, Nelson Fraga, apresentado hoje à comissão.
O estudo foi encomendado pelo deputado Ronaldo Caiado (PFL-GO), para embasar uma avaliação do pacote agrícola anunciado pelo governo federal no dia 6 de abril. Caiado criticou o fato de que, 13 dias depois do anúncio do pacote, nenhuma norma ou resolução implementando as medidas previstas tenha sido assinada.
O pacote agrícola é um conjunto de medidas para minimizar o impacto da crise no setor agropecuário. Ele transfere R$ 1,238 bilhão para apoiar a comercialização da produção e prorroga os prazos para pagamento de R$ 7,7 bilhões em financiamentos de custeio e investimento.

Pagamentos em dia
O deputado também criticou o restrição imposta no pacote segundo a qual apenas produtores rurais que estejam em dia com o pagamento dos empréstimos serão beneficiados. "Fica claro que nada do que foi apresentado pelo governo vai atender aos produtores. É como se fosse aplicado um analgésico num paciente que está com dezenas de problemas. Ou seja, você simplesmente minimiza o quadro da dor por algumas horas, mas agrava o quadro geral do paciente. Esse é o diagnóstico que nós podemos fazer", avaliou o parlamentar.

MP 285/06
Ronaldo Caiado afirmou que trabalhará pela derrota, em plenário, da Medida Provisória 285/06, que renegocia as dívidas rurais dos produtores do Nordeste, e pela aprovação de um relatório paralelo sobre o mesmo assunto.
Ele prometeu, também, lutar pela aprovação de projeto de sua autoria que propõe uma renegociação geral das dívidas do setor. Esse projeto aguarda análise da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.



Reportagem - Paula Bittar/Rádio Câmara
Edição - Renata Tôrres

SIGA-NOS NO Google News