Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Quinta, 28 de Outubro de 2021
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

PA: Hospital adota tecnologia para visita virtual entre pacientes e familiares

O encontro é por meio de videochamadas, cumprindo as medidas de isolamento e distanciamento social

Governo do Pará - 28 de abril de 2020 - 17:00

PA: Hospital adota tecnologia para visita virtual entre pacientes e familiares

O governo do Estado, por meio da Secretaria de Saúde Pública (Sespa), tomou a iniciativa de permitir o contato digital entre familiares e pacientes do Hospital de Campanha instalado no Hangar - Centro de Convenções. Nesta segunda-feira (27), o secretário de saúde, Alberto Beltrame, anunciou a medida que humaniza o atendimento e, ao mesmo tempo, mantém o isolamento do paciente para diminuir riscos de contágio.

“Estamos fazendo isso através de tablets, cada familiar pode falar com seu ente querido que está internado, possibilitando o contato, uma visualização e uma conversa. É uma forma de carinho, de afeto, de cuidado do governo do Estado e, sobretudo de solidariedade, com todos aqueles que sofrem, sejam eles pacientes ou familiares”, disse Alberto Beltrame.

O encontro virtual teve o apoio da população, principalmente, de parentes de pessoas internadas no Hospital de Campanha que puderam falar por videochamada e se tranquilizaram.

“Achei uma iniciativa excelente, até mesmo para minimizar a ansiedade a preocupação, porque serviu para saber como ela está, se está correndo tudo bem. E graças a deus ela está bem melhor e reduziu muito a preocupação”, disse Rafael Reis, que tem a mãe internada no Hospital de Campanha.

Para a assistente social da defensoria pública do Estado, Claudia Ferreira, que também conseguiu conversar com a própria mãe internada, o contato virtual deixou um sentimento positivo para ambas.

“Estou muito feliz, porque isso faz com que possamos enxergar eles e ficar mais calmo, sabendo que eles estão melhores, estão conversando com a gente. Sem parentes por perto, eles se sentem sozinhos e quando a gente conversa com eles, eles ficam mais tranquilos”, concluiu Claudia.

Atualmente, o Hospital de Campanha está com 170 pessoas internadas.

SIGA-NOS NO Google News