Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Sexta, 26 de Novembro de 2021
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Otavio Demasi: Turismo e participação comunitária

Otavio Demasi - 18 de agosto de 2003 - 08:32

É indiscutível o contexto econômico-social de tal fenômeno, que impulsiona a indústria, agricultura, comércio e prestação de serviço, possibilitando ampla redistribuição de rendas e acelerando o crescimento individual, familiar e empresarial. Independentemente dos atrativos geográficos ou não, deve-se inserir o turismo no núcleo receptor, seja na área urbana ou rural, visando a criação de novos empregos, aumentando a arrecadação, treinando profissionais e multiplicando os eventos.
Necessário se faz para tal participação unir: comunidade, iniciativa privada, governo e associações diversas, via ações concretas e de mão dupla. O importante é ter condições de vivenciamento mais íntimo entre visitante e visitado, por intermédio da criação de uma verdadeira teia de roteiros que incluam todas as motivações e aspectos diferenciais.
Dentro de uma política turística participativa, serão geradas oportunidades ‘a comunidade, além da valorização da “prata-da-casa”, integrando-se tal população entre outros processos, das seguintes maneiras: via roteiros – colocando frente a frente produtor e consumidor de produtos caseiros e ou artesanais; produtores culturais e toda a gama de criatividade do núcleo recpetor; ampliando as possibilidade de hospedagem hoteleira e complementar de mais baixo custo; ampliando as possibilidades de consumo da gastronomia típica e junto a residências que se disponham a servi-la a preços módicos; pelo aproveitamento na área de animação, aproveitando malabaristas, bonequeiros, mamulengueiros, cantores, repentistas, seresteiros, poetas, bandas, conjuntos diversos, corais, orquestras; adentrando pela área esportiva, com instrutores para modalidades de ar, terra e água; no campo de espaço diversos para a geração de eventos, sejam em escolas, ginásio de esportes, câmara municipal, centr! o comunitário, entre outros, tendo como parâmetro o aproveitamento da mão-de-obra local.
Outras formas e idéias de participação da comunidade no turismo podem ser discutidas via fórum de debates. Cabe a todos achar os caminhos mais promissores. Otavio Demasi é Consultor - odtur@ig.com.br Mtb32548

SIGA-NOS NO Google News