Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Sexta, 20 de Maio de 2022
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

O Brasil acaba de ganhar mais uma medalha no Pan

Agência Brasil - 04 de agosto de 2003 - 14:29

O paulista Fábio Coelho acaba de conquistar a medalha de bronze na carabina de ar 10m. Terceira melhor marca da fase de classificação, Fábio manteve a regulaidade na final e garantiu a quarta medalha para o Brasil, a segunda do tiro. Fábio estabeleceu 685,7 pontos, atrás do argentino Anjel Rosendo, medalha de ouro com 692,5 pontos, e do americano Bradley Wheeldon, medalha de prata com 691,4 pontos. José Carlos Arrais, o outro brasileiro na final, acabou na sétima colocação, com 679,6 pontos. Esta foi a primeira vez na história do Pan que dois brasileiros se classificaram para a final desta prova.
Logo que a competição se encerrou, o brasileiro chorou muito: "Essa medalha pra mim é de ouro, queria dedicar a minha noiva Ana, que me deu muita força em todos os momentos. Estou com saudades dela, mas ainda vou competir no dia 9 e vai valer à pena me esperar mais um pouquinho".
Ele ainda contou, brincando, que foi necessário sangue frio na final para conseguir o resultado: "Fora a sensação de que eu ia morrer a cada tiro, foi tudo muito tranqüilo na final. Mas eu estava muito mais calmo do que podia imaginar. O mais importante foi que cheguei a estar instável mas consegui não perder o foco. Tive muita pressão, principalmente no final, quando o mexicano Roberto Elias foi diminuindo a diferença para mim e isso me pressionava cada vez mais. Eu podia ter até ido melhor. Mas tive que, além de manter a concentração toda a cada tiro, me manter tranqüilo para não me abalar com a aproximação do mexicano. Durante a final, tentei me desligar para não ouvir as notas dos outros, que o árbitro anuncia a cada tiro. Tentei não me envolver, não prestar atenção, não me ligar, para não me envenenar. Mantive tudo relativamente controlado".
Fábio Coelho obteve a melhor pontuação do Brasil em competições internacionais e Arrais conseguiu a segunda. Para o brasileiro medalha de bronze, foi uma surpresa: "O resultado que eu tive na primeira fase foi bem acima do que estava esperando".
Comparando expectativas e resultados, José Carlos Arrais também estava contente: "Dentro do que esperava, foi ótimo. Entrei como oitavo e não tinha nada a perder, podia arriscar. Fui franco atirador, eu era o que cara que tinha menos a perder. Todos se preocupavam comigo, pois minha diferença para o quarto colocado era pequena. Foi uma pena que não deu para subir mais", disse ele, esperando um incentivo maior para o esporte, que conseguiu sua 33ª medalha no Pan, a 19ª de bronze: "Com esses resultados do tiro aqui em Santo Domingo, muita coisa deve mudar porque estão descobrindo o esporte. Todo mundo vai olhar com mais carinho agora quando se falar do tiro".

SIGA-NOS NO Google News