Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Domingo, 3 de Julho de 2022
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Novo desembargador promete manter postura

20 de março de 2009 - 18:47

Cassilândia News
Cassilândia News

Ele sabia que poderia ser promovido, mas não esconde o contentamento de ter recebido tantos votos de confiança dos desembargadores. Júlio Roberto Siqueira Cardoso, titular da 1ª Vara do Tribunal do Júri em Campo Grande, obteve 26 votos. Com ele, figuraram na lista tríplice os juízes Ruy Celso Barbosa Florence (23 votos) e Marco André Nogueira Hanson (28 votos).

A votação no Tribunal Pleno foi aberta e fundamentada. E, mesmo que outro juiz tenha sido votado por unanimidade, os desembargadores obedeceram ao disposto no art. 204, a, do Código de Organização e Divisão Judiciárias do Estado de Mato Grosso do Sul (CODJ), que prevê: “é obrigatória a promoção de juiz que figure por três vezes consecutivas ou cinco alternadas em lista de merecimento”. Júlio Siqueira já figurou por duas vezes consecutivas, no critério merecimento - esta foi a terceira.

Questionado como é alcançar o ápice da carreira, Júlio confessou lembrar dos pais, que apoiaram seu esforço e seu ingresso na magistratura. Emocionado, ele falou dos filhos que estavam na expectativa de sua ascensão e ressaltou uma frase: “a vida é uma luta, mas fiz tudo o que tinha que fazer”.

O pai do novo desembargador mora em Mogi das Cruzes, cidade próxima da capital paulista, e seria avisado, após a entrevista, da nova promoção do filho. “Ele vai ficar muito contente”, disse.

Futuro – Júlio Siqueira promete manter a mesma postura adotada em primeiro grau, mas reconhece que sua responsabilidade aumentará e muito. “Vou julgar decisão de colegas e isso exige ainda mais de um desembargador, mas tenho certeza que tudo dará certo”.

Para quem ainda não o conhece, ele lembra que esse é um Estado abençoado, que proporcionou a ele o que nenhum outro propiciaria. “Amo essa terra. Quero ficar aqui”. Para os componentes da mais alta corte do Judiciário de MS, Júlio avisa: “Tenham a certeza que serei mais um companheiro na luta para manter os valores da magistratura”, completou.

De acordo com o Regimento Interno do TJMS, art. 30, o novo desembargador tem 30 dias para ser empossado e o prazo é contado a partir da publicação, no Diário da Justiça, da portaria que anuncia a votação.

História - Muito conhecido e respeitado nos meios jurídicos, Júlio Roberto Siqueira Cardoso nasceu em Mogi das Cruzes, interior paulista. É casado e começou na magistratura em abril de 1984, como juiz substituto na Comarca de Dourados. Em 1985, por antiguidade, foi promovido a juiz de direito para atuar em Aparecida do Taboado.

Dois anos depois, por merecimento, uma nova promoção o levou até a 2ª Vara de Paranaíba. Em 1995, por merecimento, passou a judicar na 1ª Vara do Tribunal do Júri em Campo Grande, onde permanece até a presente data. Já figurou na lista tríplice para a vaga de desembargador por duas vezes, com expressiva votação. Fez parte do Conselho de Supervisão dos Juizados Especiais. Foi indicado como membro substituto do TRE.

Autoria do Texto:Departamento de Jornalismo

SIGA-NOS NO Google News