Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Quinta, 2 de Dezembro de 2021
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Na presença do filho de 9 anos, mulher é agredida e tem cabelos cortados à faca

Homem não se conformava com término do casamento e a impediu de sair da casa por cerca de 12 horas.

Campo Grande News - 19 de outubro de 2021 - 18:00

Na presença do filho de 9 anos, mulher é agredida e tem cabelos cortados à faca

Mulher de 45 anos foi mantida em cárcere pelo marido por cerca de 12 horas, depois que ele não aceitou o término do casamento. A vítima foi agredida a socos e chutes no rosto e no corpo e ainda teve o cabelo cortado na faca, violência testemunhada pelo filho do casal, de 9 anos.

O caso foi registrado como cárcere privado e lesão corporal dolosa e está sob investigação na Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher).

Desde o dia 25 de setembro, a mulher já havia saído de casa e registrado boletim de ocorrência contra o marido, funileiro de 47 anos, pedindo  medida protetiva, porém, até o domingo, 17 de outubro, ele não havia sido intimado do inquérito.

No dia 17, por volta das 12h30, a pedido do ex, foi até a casa dele, na Rua Ouro Verde, na Vila Marcos Roberto para conversar. A arrumadeira levou o filho, de 9 anos. Segundo relato feito à Polícia Civil, ele queria reatar o relacionamento, mas a mulher se negou.

O funileiro chamou motorista de aplicativo para que a mulher fosse embora, mas quando o veículo chegou, mudou de ideia e cancelou a viagem, impedindo que ela fosse embora.

Em seguida, impediu que a mulher e o filho saíssem, cadeou o portão e a manteve dentro de casa sob ameaça.

Segundo relato da vítima, foi obrigada a ficar na casa até a segunda-feira, dia 18, até 12h. Durante este tempo, foi impedida de sair e agredida, com socos no rosto, chutes pelo corpo e o cabelo cortado.

Depois desse tempo, o homem a levou para a casa da cunhada, que viu os hematomas. A vítima procurou a Deam para registrar nova ocorrência, o que reforça o pedido de intimação da medida protetiva.

SIGA-NOS NO Google News