Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Domingo, 19 de Maio de 2024
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

MS estima em R$ 2,5 mi os prejuízos em quatro presídios

Dourados News - 17 de maio de 2006 - 13:57

A Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública de Mato Grosso do Sul estima em R$ 2,5 milhões os prejuízos nas quatro unidades em que foram registradas rebeliões no fim de semana. As visitas nos presídios estão suspensas por tempo indeterminado.

No presídio de segurança máxima de Campo Grande, onde 1.200 presos permaneceram rebelados até tarde de segunda-feira, os detentos destruíram completamente cinco alas e danificaram 80% de outras duas, segundo informações da Polícia Militar.

Em Dourados, a administração penitenciária poderá aproveitar somente 20% das celas. Os presos destruíram o restante das instalações, segundo informou o comando da polícia em Mato Grosso do Sul.

Outras duas unidades penais --de Corumbá e Três Lagoas-- também precisarão de reformas.

O secretário de Estado da Justiça e Segurança Pública, Ralfi Marques, foi a Brasília nesta terça-feira para pedir ajuda ao governo federal.

Inspeção

Ao menos mil armas de fabricação artesanal foram encontradas pela Polícia Militar de Campo Grande (MS) na penitenciária de segurança máxima nesta terça-feira.

Os presos foram recolocados nas celas no início da noite de segunda, segundo informou o major Luís Antônio de Sá Braga.

Para a cúpula da polícia de Mato Grosso do Sul, o movimento no Estado está ligado às rebeliões e ataques ocorridos em São Paulo, sob suspeita de terem sido comandados pelo PCC (Primeiro Comando da Capital).

"Pelo que apuramos, a ordem para a paralisação da rebelião teria partido de São Paulo", afirmou Sá Braga.

O Estado não registrou, segundo a polícia militar, ataques a prédios públicos e incêndios de bens civis.



Folha Online

SIGA-NOS NO Google News