Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Quinta, 2 de Dezembro de 2021
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Mercadante espera o direito de defesa para os 40 citados

Marcos Chagas/ABr - 11 de abril de 2006 - 21:04

O líder do governo no Senado, Aloizio Mercadante (PT-SP), disse que "é totalmente previsível" a denúncia apresentada pelo Ministério Público Federal contra 40 pessoas envolvidas no chamado esquema do "mensalão". Mercadante afirmou ainda que "investigar algumas pessoas não significa uma pré-condenação". "Agora está na instância jurídica, e espero que se aprofundem as investigações, apurem-se as responsabilidades e permita-se o direito de defesa que o ambiente político-eleitoral do parlamento nem sempre permite", disse o líder do governo.

As denúncias do Ministério Público foram baseadas em investigações iniciadas em 2005 sobre o suposto esquema de pagamento de mesadas a parlamentares. Cabe agora ao Supremo Tribunal Federal julgar se essas denúncias têm procedência ou não. "Essas denúncias eram públicas e compete ao Ministério Público investigar", comentou Mercadante. "Imagino que o resultado da CPMI [Comissão Parlamentar Mista de Inquérito dos Correios] possa aprofundar o trabalho do ministério."

Sobre o fato de o procurador-geral da República, Antônio Fernando de Souza, ter afirmando não existir nenhum indício da participação do presidente Lula no esquema do "mensalão", Mercadante disse que "essa é a mesma conclusão do Congresso Nacional e da CPMI [dos Correios]."

SIGA-NOS NO Google News