Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Sexta, 19 de Agosto de 2022
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Manifestantes do MLST serão encaminhados ao IML

Beatriz Arcoverde/ABr - 07 de junho de 2006 - 08:13

Os integrantes do Movimento de Libertação dos Sem Terra (MLST) que invadiram e depredaram ontem (6) dependências da Câmara dos Deputados passaram a noite no Ginásio Nilson Nélson, no Eixo Monumental, no centro de Brasília. São 516 pessoas, já que 11 líderes do movimento foram levados para a 2ª Delegacia de Polícia, na Asa Norte, e 42 crianças recolhidas à Casa de Albergados de Taguatinga, cidade satélite do Distrito Federal. Os menores foram acompanhados por representantes da Vara da Infância e Juventude.

Onze escrivães da Polícia Militar passaram a noite ouvindo os depoimentos dos manifestantes detidos. O tenente-coronel Edson Barbosa Silva, do Batalhão de Operações Especiais, informou que os integrantes do MLST tomarão café da manhã e depois serão encaminhadas ao Instituto Médico Legal (IML) para exame de corpo de delito. O objetivo do exame é constatar se houve agressão física.

Eles aguardarão, em seguida, decisão da Polícia da Câmara dos Deputados. Como foram presos em flagrante, poderão ser encaminhados ao Presídio da Papuda, próximo a Brasília

O Movimento de Libertação dos Sem Terra (MLST) que invadiu o Congresso Nacional é o mesmo que no ano passado realizou uma manifestação no Ministério da Fazenda para exigir o desbloqueio de R$ 2 bilhões do orçamento da reforma agrária. O movimento surgiu em agosto de 1997 e é formado por militantes de esquerda e por ex-lideranças do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST). Atualmente, o MLST é organizado principalmente no estado de Pernambuco, e possui representantes em Goiás, Minas Gerais, São Paulo e Maranhão.

SIGA-NOS NO Google News