Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Quarta, 12 de Maio de 2021
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Mais uma etapa do campeonato brasileiro de motocross

28 de julho de 2003 - 09:38

Cianorte (PR) – Apesar de estarem longe de casa, os pilotos que disputaram a sexta etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross, nos dias 26 e 27 e julho, fizeram bonito em Cianorte, localizada a oeste do Estado do Paraná. Na circuito de 1550 metros, 160 pilotos, distribuídos nas categorias Open, 60cc, 80cc, 125cc e 250, promoveram um belo espetáculo ao público, com saltos de quase quatro metros e muitas disputas no solo.
A festa dos pilotos catarinenses iniciou com o Cassio Garcia (Honda/Mobil/Dimasa/Asw/Pirelli). Depois não conseguir fazer uma boa largada, o piloto teve trabalho para assumir a primeira posição, dominada por Ricardo Raspa (Honda/Mobil/´Pirelli/Fox/Ronjon).
A batalha durou cerca de cinco voltas, até que Cássio assumiu a dianteira e conquistou sua quinta vitória. Com o resultado, o piloto conquistou o bi-campeonato na categoria Open por antecipação.”Foi um titulo suado. Desde a etapa anterior que o Raspa vem perseguindo duramente, sabendo que eu poderia ser campeão. Ele bem que tentou estragar a festa”, relatou Cássio. Ricardo Raspa, segundo colocado, afirmou que não está contente com a colocação e nas duas etapas que restam quer reverter o quadro.
Na categoria 60cc, o piloto Lucas Stein Cattoni (Oceano/Asw/Riffel/Mr Pro) e o paulista Thales Vilardi (Kids/Dunas/ASW/Motul/Riffel/Wiseco) iniciaram a prova com uma disputa acirrada. Ambos trocaram de posição varias vezes. Lucas ia se aproximando de Thales quando a roda traseira de sua moto quebrou, obrigando a abandonar a prova. Anderson Cidade, que vinha na terceira, posição assumiu o segundo lugar e manteve a velocidade. Em poucas voltas, Anderson conseguiu se aproximar de Thales que, pressionado, errou e caiu, entregando de bandeja a terceira vitória ao piloto de São José (SC). “Estava conformado com a segunda posição, correndo pensando no Campeonato. Quando o vi [Thales] cair só, administrei e recebi a ‘quadriculada’” resumiu Anderson.
Depois de conquistar o melhor tempo nos treinos cronometrados na categoria 80cc, Cristopher Castro, o Pipo, aproveitou bem a posição no gate. Na largada, o piloto disparou na primeira posição e despachou o restante do grupo. Em nenhum momento, ele foi ameaçado e cruzou a linha de chegada na primeira colocação. Esta foi a terceira vitória de Pipo. A grande disputa do dia foi mesmo pela segunda posição, entre Wellington Garcia e Marcelo Lima. Wellington foi duramente ameaçado por Marcelo, mas resistiu até a ultima volta. “Varias vezes vi o Marcelo colocar a moto ao lado da minha, ameaçando uma ultrapassagem. Na volta final, ele foi mais duro e chegou a tocar na minha moto, mas mantive a concentração e terminei na segunda posição”, comentou Wellington. Apesar da terceira posição, Marcelo Lima continua liderando o campeonato com 127 pontos
Desde a quarta etapa, o piloto paranaense Leandro Silva vem dando sinais que uma vitória estava próxima. Em Cianorte, o ele conseguiu largar na ponta, como nas demais etapas. Só que desta vez não foi alcançado pelos adversários. Ele até caiu mas, conseguiu se recuperar a tempo de assumiu a primeira posição. “Estava confiante na vitória, pois larguei bem e sabia do meu potencial e que se mantivesse a calma poderia ir ao lugar mais alto do pódio. Dito e feito. Quando vi a bandeira quadriculada nem acreditei”, resumiu o piloto. O segundo colocado foi Rafael Zenni (Honda/Schincariol), e o terceiro Milton Becker, que com este resultado manteve a liderança do campeonato.
Os catarinenses finalizaram a festa com a brilhante vitória do João Paulino Junior. Ele largou na segunda posição e esperou o momento certo para atacar Roosevelt de Freitas, que liderava a prova. “Tinha de arriscar para vencer. Pensei duas vezes e ataquei, o resultado foi a minha primeira vitória na 250cc”, finalizou o piloto.
Massoud Nassar ficou com a segunda posição e Roosevelt de Freitas, mais uma vez, terminou em terceiro lugar. Jorge Balbi foi o quarto colocado, mas com a ausência de Paulo Stédile da prova, manteve a liderança da categoria 250cc. “Tive serios problemas com os freios da moto. Durante a corrida eles aqueciam e paravam de funcionar. Não foi possível lutar pela vitória mas estou feliz com a quarta colocação e a liderança do Campeonato”, disse Balbi.
A próxima etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross acontece nos dias 16 e 17 de agosto em Juiz de Fora, MG.



Idário Araújo/ Juliana Santos
VipComm Assessoria de Imprensa
Confederação Brasileira de Motociclismo

SIGA-NOS NO Google News