Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Terça, 23 de Abril de 2024
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Mais uma descoberta que pode gerar tratamento definitivo do diabetes

180 Graus - 29 de abril de 2016 - 10:30

Este ano tem trazido grandes esperanças para os pacientes diabéticos, principalmente os que são acometidos pela forma mais grave, o do tipo 1.

Ainda no dia 13 de abril, escrevemos sobre um tratamento em teste que utiliza linfócitos T reguladores para evitar que o próprio organismo destruas, por meio de processo autoimune, as células produtoras de insulina do organismo. Este processo, barrará a sua destruição, evitando que a doença progrida.

Agora, um estudo publicado na revista “Cell Metabolism”, relata um processo descoberto por cientistas americanos, descobriram como ativar o crescimento de células beta pancreáticas funcionais em laboratório, sendo um passo importante para uma terapia celular para a diabetes repondo as células betas (produtoras de insulina) já destruídas.

Há muito que a comunidade científica tentava obter células beta a partir de células estaminais, também conhecidas como células-mãe. Estas células, têm a capacidade de se transformar em outros tipos de células, incluídas as do cérebro, do coração, dos ossos, dos músculos e da pele, porém, conseguiram chegar apenas a uma etapa precursora do processo de diferenciação. O diferencial deste estudo, conduzido por investigadores do Instituto Salk, nos EUA, foi a descoberta de uma proteína que capaz de produzir a maturação in vitro das células beta, capazes de produzir insulina.

Estas descobertas, ainda que algumas em estágio inicial, abrem caminho e são uma grande esperança para o tratamento definitivo do diabetes, uma doença que atinge milhões de pessoas no mundo.

SIGA-NOS NO Google News