Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Terça, 21 de Setembro de 2021
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Lula responde críticas e Marinho fica satisfeito

Agência Brasil - 06 de outubro de 2003 - 07:51

O presidente do Conselho Nacional de Segurança Alimentar (Consea), Luiz Marinho, considerou "positiva" a resposta do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, às críticas feitas anteontem pelo conselho à lentidão do Governo na implantação do Plano de Safra da agricultura familiar e ao fato de o órgão não ter sido ouvido sobre a questão dos transgênicos.

Lula telefonou a Marinho na noite de quarta-feira e respondeu a duas cartas do Consea, assinadas pelo sindicalista. O presidente da República atribuiu o atraso na liberação de recursos a agricultores pelo Banco do Brasil a um "colapso" no sistema. Sobre os transgênicos, prometeu incorporar os grupos de trabalho do Consea nas discussões.

Lula também pediu ao presidente do Banco do Brasil, Cassio Casseb Lima, para que fornecesse imediatamente a Marinho as explicações necessárias sobre as razões do atraso nos contratos de financiamento. Casseb, então, também telefonou a Marinho. Ele explicou que os R$ 5,5 bilhões anunciados para a agricultura familiar representam o valor total de todo o sistema bancário. Para o Banco do Brasil, ficarão R$ 3,5 bilhões.

Desse valor, o BB operou, até o momento, R$ 494 milhões, representando 193.664 contratos (o que significa 6% a mais do que os 183.487 contratos liberados no mesmo período do ano passado). O balanço do Banco do Brasil vai até o dia 26 de setembro, ao contrário do feito pelo Consea, até o dia 23.

Tanto Lula como o presidente do Banco do Brasil garantiram que a meta pretendia Governo será cumprida. O presidente da República solicitou ainda ao Consea que repasse imediatamente ao Governo quaisquer observações sobre o andamento do programa de agricultura familiar.


As informações são do site do Programa Fome Zero.

SIGA-NOS NO Google News