Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Quarta, 26 de Janeiro de 2022
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Liminar suspende cassação do prefeito de Murtinho

Jefferson da Luz, Campo Grande News - 19 de fevereiro de 2009 - 15:48

Em uma decisão liminar o TRE (Tribunal Regional Eleitoral) suspendeu a cassação do diploma de prefeito de Nelson Cintra (PSDB), prefeito de Porto Murtinho. Com isso, ele continuará como chefe do executivo municipal até que o caso tenha trânsito julgado, ou seja, até que tenha sido analisado pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

No dia 16 de fevereiro, o juiz eleitoral de Porto Murtinho, Giuliano Máximo Martins, cassou os diplomas de Cintra e de sua vice, Rosângela Baptista. O magistrado entendeu que era procedente a denúncia de compra devotos feita pela coligação adversária.

Segundo Ronaldo Braga, advogado do prefeito, Cintra estava confiante, e acreditava que “a justiça seria restabelecida”.

Além da ação cautelar, Braga também entrou com um recurso contra o pedido de cassação, desta forma, o prefeito só pode perder o cargo depois que todas as chances de recurso estejam esgotadas.

“O TRE entendeu que temos razão, porque as provas apresentadas contra nós eram falsas”, comentou Braga.

O Caso – A coligação adversária, encabeçada por Heitor Miranda dos Santos (irmão do ex-governador do Estado, Zeca do PT), apresentou uma gravação na qual Rosângela Baptista estava pedindo votos a uma eleitora, em troca ela receberia uma cesta básica e o pagamento de sua conta de energia.

Cintra foi eleito com uma diferença de doze votos. Depois de sua eleição uma série de denúncias começaram a ser encaminhadas a Justiça Eleitoral, a primeira delas foi de transporte ilegal de eleitores.

Por outro lado, Heitor Miranda dos Santos teve o pedido de sua candidatura indeferido pelo Tribunal Superior Eleitoral.


SIGA-NOS NO Google News