Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Terça, 23 de Abril de 2024
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Jovem alérgica morre após beijar o namorado, que havia comido amendoim

180 Graus - 10 de junho de 2016 - 20:00

"Minha filha morreu de um beijo", contou a mãe da jovem alégica Myriam Ducré-Lemay, que morreu aos 20 anos após beijar o namorado que havia comido um sanduíche com pasta de amendoim. A morte ocorreu em outubro de 2012, mas o caso foi revelado na mídia nesta semana, pela mãe de Myriam, Micheline Ducré.

Segundo Micheline, a filha nunca havia contado ao namorado que era alérgica a amendoim. A mãe explicou, em entrevista ao Journal de Quebec, que decidiu falar à imprensa sobre a morte para alertar as pessoas sobre os riscos de alergias alimentares.

"Tudo estava indo bem na vida dela. Ela me disse que estava apaixonada. Era a primeira vez que eu via a minha filha com brilho nos olhos", disse Micheline. O casal estava em uma festa e, depois, Myriam foi para a casa do namorado.

O rapaz, que não teve o nome divulgado, fez um sanduíche com pasta de amendoim e beijou a namorada, que teve reação alérgica instantânea. Uma ambulância foi acionada, mas a garota não resistiu ao choque anafilático.

Especialistas dizem que vestígicos de alérgicos podem ficar na saliva de uma pessoa por até quatro horas após a refeição. "É por isso que você tem que levar seu remédio. A parte mais importante da gestão de suas alergias é que você tem que informar as pessoas. Você tem que dizer: 'Ouça , eu tenho alergias alimentares. Se acontecer um problema, me ajude'", explicou ao DailyMail o doutor Christine McCusker, chefe de alergia pediátrica e imunologia no hospital de Montreal Children.

Em 2005, houve um outro caso relatado em Montreal de uma jovem que morreu de uma reação alérgica após beijar um menino. No entanto, após 15 dias, o legista descobriu que a adolescente morreu de um ataque de asma, e não de uma reação alérgica, informou a Associated Press.

SIGA-NOS NO Google News