Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Quarta, 1 de Dezembro de 2021
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Íntegra do discurso de Lula em Cuba

Agência Brasil - 27 de setembro de 2003 - 18:03

É a seguinte a íntegra do discurso do Presidente Luíz Inácio Lula da Silva no Encontro de Empresarial Cuba-Brasil:

"Eu não sabia que tinha que falar. Se é um encontro de empresários, os empresários que falem.
Mas, de qualquer forma, meu caro amigo presidente Fidel Castro, ministros aqui presentes, homens de negócios, empresários, o que estamos fazendo neste seminário acredito que seja um passo excepcional para que Cuba e Brasil possam interagir com tudo que têm de conhecimento científico e tecnológico, com tudo que têm de potencial de desenvolvimento industrial, com tudo que têm de potencial na área de serviços e turismo, para que possamos aumentar e estreitar as nossas relações e que possamos contribuir, mutuamente, para o crescimento e desenvolvimento de Cuba e para o crescimento e desenvolvimento do Brasil.
Tenho, ao longo desses últimos meses, convidado empresários brasileiros para visitar Cuba. O meu ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior já esteve em Cuba, com alguns empresários importantes, vendo quais os setores de atividade econômica importantes poderiam servir para investimento brasileiro em Cuba.
E eu queria dizer ao presidente Fidel Castro, aos empresários brasileiros, aos homens que trabalham com investimentos em Cuba, que essa política de estabelecer relações com a América do Sul e com a América Latina, essa política de fazer com que os nossos empresários possam percorrer o mundo, procurando espaços para investimentos, tem me motivado a, de vez em quando, cobrar dos empresários brasileiros que eles não têm que ter medo de virar empresários multinacionais.
O mundo globalizado, tal como está, precisa não só de políticas comerciais mais arrojadas, mas, sobretudo, precisa que tenhamos a capacidade de juntar aquilo que temos de complementaridade, para que possamos ter condições de competir de forma mais igual com os países mais desenvolvidos tecnologicamente, economicamente e industrialmente.
De forma que quero parabenizar os brasileiros e os cubanos que tiveram essa feliz iniciativa de propor este seminário. E espero que o resultado deste seminário seja, definitivamente, o de uma parceria entre Brasil e Cuba ainda mais forte do que já é hoje.
Boa sorte e bom seminário para todos vocês."


SIGA-NOS NO Google News