Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Sexta, 19 de Agosto de 2022
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Incentivada, produção de cana cresce 16%

Fernanda Mathias / Campo Grande News - 31 de maio de 2006 - 13:54

De olho na chegada de novas usinas e destilarias, agricultores estão expandindo as áreas plantadas com cana-de-açúcar em todo o País. No caso de Mato Grosso do Sul, onde o governo tem apoiado os projetos, previsão divulgada hoje pela Conab (Companhia Nacional de Abastecimento) aponta para a expansão de 14,5% na área plantada na safra 2006/2007 em relação à 2005/2006, passando de 139,1mil hectares a 159,3 mil hectares e salto de 1,8% na produtividade, passando de 70,4 mil quilos por hectare a 71,6 mil.

Com esses fatores o aumento esperado na produção da cana-de-açúcar em Mato Grosso do Sul é de 16,5% na próxima safra, que deve alcançar os 11,4 milhões de toneladas contra 9,7 milhões na safra colhida este ano. O aumento de produção representa o dobro do esperado para o Brasil, de 8,9%, conforme a Conab. Isso porque o crescimento nacional da área plantada será de apenas 5,4%.

Da produção esperada para Mato Grosso do Sul, 10,6 milhões de toneladas serão destinadas à indústria sucroalcooleira, sendo 4,1 milhões para produção de açúcar e 6,4 milhões para a produção de álcool, proporção inversa à nacional, que destina 56% da produção à produção do açúcar.

Apesar de a produção de álcool predominar na destinação da cana-de-açúcar, é a produção de açúcar que deve ter o crescimento mais acentuado em Mato Grosso do Sul na próxima safra. A produção de açúcar esperada para a próxima safra no Estado é de 505 mil toneladas, ou seja, 49% a mais que os 337,17 mil toneladas desta safra 2005/2006. A produção de álcool deve atingir 598,1 milhões de litros, contra 585,6 milhões, aumento de 2,3%. Do álcool a ser produzido no Estado 236,9 milhões de litros serão de anidro (aquele que é adicionado à gasolina na proporção de 20%) e 361,1 milhões do hidratado. Não há previsão de produção de álcool neutro no Estado.

Estima-se que a Indústria Sucroalcooleira Brasileira esmagará, na Safra 2006/07, 423,4 milhões de toneladas (90,1% da produção nacional), das quais, 237,1 milhões (56,0%) serão destinados à produção de açúcar e 186,3 milhões (44,0%) serão destinados à fabricação de álcool. Deste total, a região Sul participa 34,1 milhões de toneladas (8,1%), a Sudeste com 294,4 milhões (69,5%), a Centro-Oeste com 41,8 milhões (9,9%), a Nordeste com 51,8 milhões (12,2%) e a Norte com 1,5 milhão (0,4%).

SIGA-NOS NO Google News