Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Terça, 30 de Novembro de 2021
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Idaterra está recebendo propostas de créditos

Rose Rodrigues - 10 de setembro de 2003 - 15:13

Os agricultores familiares de Mato Grosso do Sul já podem acessar o crédito do Plano Safra 2003/2004. A Secretaria de Desenvolvimento Agrário, através do Idaterra, vai orientar e atender os interessados, facilitando o acesso dos agricultores ao sistema financeiro. O atendimento será feito direto nos escritórios do Idaterra em todo Estado, onde os interessados poderão realizar seus contratos de financiamento. Esse procedimento será feito inicialmente em caráter experimental. Para essa mudança no atendimento, os técnicos do Instituto participaram de oficinas de treinamento realizadas em parceria com o Banco do Brasil, para que pudessem dominar o sistema.
Segundo o secretário de Desenvolvimento Agrário, Valteci Ribeiro de Castro Junior, a estratégia para o plano de safra direcionado à agricultura familiar será concentrada nos municípios que agregam 85% das pequenas propriedades, incluindo assentamentos. A meta para a próxima safra (2003/2004) é firmar 15,1 mil contratos de financiamento com produtores da agricultura familiar, o que deve representar a liberação de aproximadamente R$ 113 milhões em créditos.
Através do Pronaf, o governo federal está disponibilizando R$ 5,4 milhões para a agricultura familiar em todo País para a safra 2003/2004. Em Mato Grosso do Sul a expectativa é de que R$ 70 milhões em créditos sejam utilizados, com a liberação de aproximadamente R$ 113 milhões, totalizando 15 mil contratos.



Assistência técnica

Ainda este mês será assinado um outro convênio entre O Ministério do Desenvolvimento Agrário e a Secretaria de Desenvolvimento Agrário, através do Idaterra , para a liberação dos recursos que visam a fomentar o plano safra 2003/2004, principalmente no incremento à assistência técnica rural. O coordenador nacional do Pronaf (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar), Adoniran Sanches Perassi, que esteve ontem participando de assinatura de convênio entre o governo de Mato Grosso do Sul e o Banco do Brasil, anunciou a liberação de aproximadamente R$ 3 milhões para a assistência técnica no Estado.

Perassi destacou também a necessidade de fomentar as discussões sobre a reativação de negociações com inadimplentes junto ao Pronaf. Para essas famílias que reativarem o crédito até o prazo limite, 28 de novembro, em que devem procurar uma agência do Branco do Brasil, será concedido desconto de 70% nos juros. Ele ressaltou que a meta é que até o início do próximo ano, 90% dos convênios do Pronaf já saiam com o seguro agrícola, o Proagro, que oferece cobertura total mediante pagamento de 2% do crédito tomado. Hoje 50% dos convênios saem com o Proagro.
O objetivo dos investimentos na política de agricultura familiar é proporcionar estabilidade na distribuição dos alimentos estocados (milho, feijão, trigo, mandioca) que serão usados no programa federal Fome Zero. “Pretendemos fazer estoques reguladores para o programa de segurança alimentar”, disse.


SIGA-NOS NO Google News