Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Terça, 21 de Setembro de 2021
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Guga tenta dar a volta por cima a partir de amanhã

Agência Brasil - 08 de setembro de 2003 - 16:34

Costa do Sauípe (BA) - O brasileiro Gustavo Kuerten e o sueco Magnus Norman fazem amanhã (9), por volta de 20 horas, o principal jogo da primeira rodada do Brasil Open. Para Guga, a vitória terá um significado duplamente especial: além de derrubar um dos candidatos ao título, seria também a chance de vingar a derrota mais dolorida neste ano.

Nas 10 oportunidades em que se enfrentaram, Guga venceu seis, inclusive a final de Roland Garros do ano 2000. No último confronto, Norman bateu o catarinense por 2 sets a 1, com parciais de 1/6, 7/5 e 6/2, em partida válida pela segunda rodada do Masters Series de Monte Carlo.

Para Guga, foi um marco negativo na temporada: "Foi uma partida que mudou muita coisa para mim. Eu vinha jogando bem na quadra dura e aquele era o momento de ganhar mais um jogo e fazer as quartas ou a semifinal em Monte Carlo, logo no começo da temporada de saibro. Eu estava ganhando de 6/1 e 5/2 e de uma hora para outra ele começou a jogar bem e eu perdi", relembra. "Depois daquele momento, eu me deparei com uma situação diferente, que foi ficar fora de um torneio antes das finais. Foi um momento difícil para mim", revelou.

O brasileiro não esconde que a rivalidade com o sueco é grande. "A gente se conhece há muito tempo e existe uma longa rivalidade na quadra. Na época em que estávamos em nossa melhor fase, não tínhamos opção para fazer algo diferente. Hoje, a melhor coisa é não deixar ele se acomodar muito. Ele saca e devolve bem. Vou precisar aproveitar bem as oportunidades", disse.

A rivalidade não impede que eles mantenham a amizade. "A gente se dá superbem. Temos um respeito mútuo, desde a época de juvenil, quando jogávamos juntos. Hoje em dia, o Norman é um dos caras com quem eu me dou bem no circuito", afirmou Guga.

Neste ano, Guga foi campeão em Auckland (Nova Zelândia), vice no Masters Series de Indian Wells (EUA) e semifinalista em Acapulco (México) e Buenos Aires (Argentina). O catarinense, que completa 27 anos quarta-feira (10), é o 14º colocado no ranking de entradas e o 18º na Corrida dos Campeões.

Norman, de 27 anos, conseguiu como melhores resultados neste ano as quartas-de-final em Copenhague (Dinamarca) e Umag (Croácia). O sueco é o 77º na lista de entradas da ATP e o 83º na Corrida. "Estou animado para esses últimos três meses do circuito e quero fazer um bom torneio aqui. Vai ser um grande jogo", declarou o sueco, um dos primeiros a chegar ao complexo montado no litoral norte baiano.





SIGA-NOS NO Google News