Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Quarta, 1 de Dezembro de 2021
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Governo intervém em fundo de pensão da Varig

Lourenço Melo e Alana Gandra/ABr - 12 de abril de 2006 - 18:05

A Secretaria de Previdência Complementar do Ministério da Previdência Social decretou intervenção no Instituto Aerus de Seguridade Social, que reúne 7 mil aposentados e pensionistas da Varig. A diretoria foi destituída e determinada liquidação extrajudicial de dois planos, os de benefícios I e II, patrocinados pela empresa. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União de hoje (12) e "destina-se a proteger os interesses previdenciários dos participantes", segundo o ministério.

A decisão foi tomada depois que a empresa anunciou disposição de utilizar entre US$ 100 e US$ 150 milhões do Fundo de Pensão Aerus para o caixa da companhia. A secretaria nomeou Erno Dionízio Brentano interventor do Aerus e liquidante dos planos I e II patrocinados pela Varig, no fundo de pensão. Ele vinha sendo administrador especial para gestão dos planos da Varig.

A decisão foi apoiada pela organização Trabalhadores do Grupo Varig (TGV), entitade que reúne sindicatos e associações de funcionários da Varig. Por meio de sua assessoria, a direção da TGV afirmou há pelo menos três anos e meio os funcionários da Varig alertaram a secretaria sobre a ocorrência de irregularidades no fundo de previdência. A principal crítica da TGV é que o o presidente do Aerus, Odilon Junqueira, era ao mesmo tempo diretor de Recursos Humanos da Varig. Segundo a TGV, isso representava um "conflito de interesses".

SIGA-NOS NO Google News