Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Quarta, 17 de Agosto de 2022
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Governador acha que contratos podem ser descumpridos

Rede Rural - 03 de maio de 2006 - 07:34

O governador de Mato Grosso, Blairo Maggi (PPS), acredita que os embarques de soja para exportação podem ser interrompidos nos próximos dias por causa dos bloqueios dos agricultores. "Até agora, as tradings estavam usando seus estoques, mas eles devem acabar semana que vem", afirma. A situação pode levar ao descumprimento de contratos de exportação e prejudicar a imagem do País perabte as nações importadoras.

Até ontem, pelo menos 40 municípios em Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Rondônia estavam com as estradas bloqueadas pelo protesto. Os produtores se manifestam contra o dólar baixo, o alto preço do diesel e pedem a reestruturação das dívidas. Eles ameaçam bloquear o escoamento da safra de grãos por tempo indeterminado. Estão barrando caminhões, bloqueando a saída dos veículos das empresas exportadoras. Nesta semana, a cidade de Cascavel, no Paraná, Rosário, na Bahia, e o estado de Goiás devem aderir ao movimento.

Paraná e Goiás querem dar força às manifestações

Os agricultores de vários outros estados também discutem a adesão à paralização qu e começou pelo estado de Mato Grosso do Sul. Os municípios do Oeste do Paraná estão se organizando para aderir ao protesto. Ao mesmo tempo, tentam envolver todo o estado no movimento. Em Goiás, os produtores encontram-se reunidos para definir se vão iniciar um calendário de protestos. "A crise está tirando o sono dos produtores agrícolas, que estão à beira da falência", afirma Macel Caixeta, presidente da Federação de Agricultura e Pecuária de Goiás.

SIGA-NOS NO Google News