Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Segunda, 27 de Setembro de 2021
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Goiás sedia campeonato brasileiro de motocross

25 de abril de 2003 - 10:14

Duzentos e cinqüenta é o número previsto de pilotos que disputarão a segunda etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross nos dias 26 e 27 deste mês, em Caldas Novas, Goiás. A etapa começa a definir os potenciais candidatos ao título nacional das cinco categorias da competição: 250cc, 125cc, Open, 80cc e 60cc. Se repetir o grande equilíbrio técnico registrado na etapa de abertura, em Indaiatuba, São Paulo, o publico goiano ira assistir a grandes duelos nas pistas do motodromo Caldas Novas, localizado próximo ao Clube Lagoa Quente, naquela cidade. No sábado(26), serão realizados os treinos livres (9h30min., as 11h40min.) e, cronometrados (13h as 15h30mim.), que forma o gate de largada. No domingo, as provas começam a ser disputadas a partir das 12h15min.
O Líder
Jorge Balbi Junior (Honda/Móbil/Ladro/Asw/Pirelli), que lidera o campeonato na 250cc, com 25 pontos, promete repetir em Caldas Novas, o desempenho de Indaiatuba, quando venceu a bateria. Massoud Nassar (Honda/Móbil/Bieffe/Pirelli/Zelão/NGK), campeão brasileiro do ano passado, que chegou em segundo, quer recuperar o tempo perdido.
“As dificuldades serão maiores em Goiás. Os meus adversários certamente evoluirameste espaço de tempo e devem vir disposto a impedir mais uma vitória minha”, afirmou Balbi que, no entanto, avisa: “Se eles melhoraram eu continuei a treinar forte. Estou melhor adaptado à moto quatro tempos – no ano passado ele correu com uma dois tempos – e acredito que tenho rendido melhor com ela principalmente em subidas e retas”, acrescentou.
Mesmo assim, Balbi revela que por ser uma pista nova, totalmente desconhecida da maioria dos pilotos, eles correrão em igualdade de condições. É por esta razão que Balbi e Massoud terão em Roosevelt Assunção (Honda/Móbil/Scott/circuit/VW), Paulo Stédile (Yamaha/Tork/Protork/Fox/PMX), Rodrigo Dias Siqueira (Suzuki/Riffel/Pirelli/Scott), adversários consideráveis. Sem contar com o piloto da casa, o goiano Ismael Maia (Yamaha/Fox/Alpinestars), que se adapta à nova categoria – no ano passado ele correu pela 125cc.
Equilíbrio
E é também nesta categoria, que o público poderá aguardar grandes emoções. Em Indaiatuba, Denis Cordeiro (LG/Só Frios Ar condicionados), surpreendeu e venceu o duelo com Rafael Zenni (Honda/Schincariol), campeão brasileiro da 80cc em 2.002. Confiante pelo bom resultado, Denis promete repetir o desempenho em Caldas Novas. “Depois da vitória melhorei a minha estrutura de equipe, incorporando outros patrocinadores. Isto é muito bom, principalmente por que nos motiva continuar a vencer.”, explicou. Kristofer Florenzano (Yamaha/Motul/Riffel/Asw), Fabio Correa (Yamaha/EBF/Polivisor/Did Control Flex), Vatutin Maia (Expresso Maia) – piloto goiano – e Milton “Chumbinho” Becker (Riffel/Asw/Mr-Pró/HFR).
Na Open, Cássio Garcia (Honda/Dimasa/Asw), mantém a sua hegemonia, largando na frente e se habilitando ao segundo título brasileiro da categoria. Em segundo lugar ele sofre a concorrência de Ricardo Raspa (Honda/Móbil/Pirelli), Antônio Miranda (Recreio Volkswagem) e Mariana Balbi, irmã do líder da 250cc e a primeira mulher a disputar o Campeonato Brasileiro de Motocross. Ela tem este ano, a companhia de Juliana Figueiredo que ainda não conseguiu pontuar na competição.
Na 80cc, a liderança é de Cristopher Castro (Honda/Pirelli/Racing), seguido de perto por Marcelo Ferreira Lima (Yamaha/Vaz/[Kaerre/Scott/Slin) e Felipe Grimberg (Honda/Bike Box/Bridgestone). Na 60cc Lucas Cattoni (Oceano/Asw/Riffel) lidera. Anderson Cidade (Expresso Joaçaba/Acerbis/Scott) está em segundo e, Thales Villardi (Kids/Dunas/Motulk/Riffel), em terceiro.
Fon te - William Santos

SIGA-NOS NO Google News