Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Domingo, 24 de Outubro de 2021
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Fotógrafo é morto a tiro e paulada

Fernanda Mathias/Campo Grande News - 15 de agosto de 2003 - 13:54

O fotógrafo Joaquim Alves dos Santos, de 36 anos, foi morto na madrugada de ontem a golpes de paulada e e com um tiro na cabeça, em Amambai. O crime aconteceu por volta das 4 horas no pátio do Auto Posto Amambai, antigo “Posto Pequeno”, onde a vítima trabalhava como frentista. O crime não teve testemunhas oculares segundo as polícias Civil e Militar e as únicas informações foram de moradores vizinhos que escutaram os disparos. No local onde o fotógrafo foi assassinado a polícia encontrou apenas uma cápsula deflagrada de calibre 6,35. Em depoimento na delegacia de Polícia Civil de Amambai, o vigia do posto onde ocorreu o fato, Astelino Rolão, disse que teria permanecido com Joaquim Alves até por volta das 3h da madrugada, instantes antes de ocorrer o fato, porém, não estava bem de saúde e teria abandonado seu posto de vigia e se dirigido para sua residência, deixando a vítima sozinha no local.
Segundo a Polícia Civil, no dia 22 de maio desse ano Joaquim Alves dos Santos teria procurado a delegacia de Amambai para registrar um queixa de ameaça, porém a família disse desconhecer qualquer desafeto que o fotografo viesse a ter com alguém. Joaquim Alves dos Santos, o “Joaquim fotógrafo” , como era mais conhecido, que atuava em festas e eventos, era evangélico, casado e tinha filhos. Colaborou Vilson Nascimento.




SIGA-NOS NO Google News