Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Quarta, 22 de Setembro de 2021
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Firmado o acordo para empréstimo com juros mais baixos

Danon Lacerda - 07 de agosto de 2003 - 08:55

O Governo do Estado e o Banco do Brasil firmaram ontem convênio para disponibilização de CDC com taxas especiais para os 50 mil servidores do Estado. O objetivo da parceria é oferecer aos funcionários estaduais a oportunidade de quitar empréstimos em instituições financeiras com taxas mais elevadas ou o pagamento de juros pela utilização de cheques especiais e/ou cartões de crédito.
Segundo o Superintendente Estadual do Banco do Brasil, Marcos Galles, o convênio possibilita também que sejam feitas compras à vista. "Após o pedido feito no banco, a quantia é liberada ao servidor em dois dias úteis", explicou Galles.
Os empréstimos poderão ser feitos para serem pagos em até 36 meses com taxas de 2,9% ao mês em 12 meses; 3,1% ao mês em 24 meses e 3,2% ao mês em 36 meses. A taxa oferecida pelo Banco do Brasil é cerca de 1/3 das atuais taxas de utilização de cheque especial praticadas pelos bancos. Será cobrada uma tarifa a partir de R$15,00 proporcional ao valor do empréstimo.
A fixação de taxas baixas foi possível graças ao compromisso que o Governo Popular firmou com a instituição bancária, no qual a consignação será feita através da folha de pagamento dos servidores que optarem pelo CDC, segundo explicou o secretário de Gestão Pública, Ronaldo Franco. "O empréstimo não poderá ultrapassar 30% do valor do vencimento do funcionário público", afirmou.
O CDC poderá ser feito em qualquer agência do Bando do Brasil a partir de amanhã e caso haja grande procura, haverá o agendamento de atendimento personalizado para que as esperas sejam evitadas. Em Cassilândia, o Banco do Brasil vai fazer plantão no sábado das 7 às 17 horas. A partir de segunda-feira, os plantões serão das 8h às 10h em todas agências do Estado. Para assinar os contratos, os servidores devem levar o RG e os três últimos holerites.



SIGA-NOS NO Google News