Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Quinta, 26 de Maio de 2022
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Fipe considera inflação sob controle e estima em 8% IPC

Flávia Albuquerque/Agência Brasil - 03 de outubro de 2003 - 19:58

Fipe considera inflação sob controle e estima em 8% IPC acumulado no ano

il

São Paulo - A entressafra e o reajuste de algumas tarifas de serviços públicos foram os principais responsáveis pelo aumento do Índice de Preços ao Consumidor (IPC) em São Paulo, que foi de 0,84% em setembro. A Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) da Universidade de São Paulo, responsável pelo cálculo do índice, estima que a inflação anual fique em 8%.

“O índice ficou acima da previsão inicial (0,60%) e do de agosto (0,63%). O fundamental é que recuou um pouco com relação à quadrissemana anterior (0,94%). A previsão para setembro ficou em 0,60% porque já sabíamos que íamos ter algo em torno de 0,30% para tarifas, ou seja, sem tarifas nós estaríamos com 0,50%”, explicou o coordenador da pesquisa, Heron do Carmo. Os itens que mais contribuíram para a inflação de setembro foram alimentação, com alta de 0,96%, seguido de habitação (0,93%), saúde (0,83%), vestuário (0,81%), despesas pessoais (0,77%), transporte (0,73%) e educação (0,12%).

Além das tarifas de serviços públicos, as carnes bovinas (0,08%) e de frango (0,05%) tiveram contribuição expressiva para a o aumento do IPC em setembro. Apesar disso, de acordo com Heron, a inflação está sob controle. “Vamos chegar a uma variação aproximada de 8% (neste ano)”, acrescentou. Para outubro, a previsão é de 0,60%, devido aos resquícios dos efeitos da entressafra, que ainda vão influenciar o índice. “Em novembro e dezembro teremos índices mais baixos, perto de 0,20%”, afirmou o coordenador.

SIGA-NOS NO Google News