Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Segunda, 2 de Agosto de 2021
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Estado se preocupa com a violência contra a mulher

Ingrid Vogl - APn - 21 de junho de 2003 - 18:47

Campo Grande (MS) - A Primeira Avaliação da Rede de Atendimento à Mulher em Situação de Violência, criada através de portaria no dia 31 de março deste ano, ocorreu esta semana no auditório da Governadoria com a presença de representantes dos órgãos participantes da rede. Os assuntos em pauta foram a exposição dos casos, explanação das áreas envolvidas no trabalho contra violência, os avanços e dificuldades da rede, apresentação da proposta de um formulário de atendimento da rede e transformação da portaria em decreto.
Segundo a coordenadora-especial de Políticas Públicas para a Mulher, Maria Rosana Rodrigues Pinto Gama, os encontros entre os órgãos integrados na rede devem ser permanente. "A reunião foi positiva e possibilita termos visão dos pontos que precisam receber mais atenção, como o trabalho de intensificação de conscientização das mulheres vítimas de violência, para que elas procurem acompanhamento psicológico", afirmou.
Na próxima reunião, marcada para 18 de julho, serão discutidas questões sobre a capacitação dos profissionais envolvidos na rede para maior integração do trabalho de combate à violência contra a mulher.
Além da Coordenadoria Especial de Plíticas Públicas para a Mulher, participaram da reunião representantes da secretaria de Saúde; secretaria municipal de Saúde; Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher; Centro de Atendimento à Mulher Cuña Mbarete; IML (Instituto Médico Legal); Diretoria da Polícia Civil e Uniderp (Universidade para o Desenvolvimento do Estado e Região do Pantanal), que a partir de parceria com o Governo do Estado, presta atendimento psicológico às vítimas de violência no IML (Instituto Médico Legal).


SIGA-NOS NO Google News