Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Terça, 15 de Junho de 2021
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Em Cassilândia treinamento para agregar valor a carne

Assessoria de Comunicação Social - 16 de maio de 2003 - 09:09

Cassilândia, é sede, entre os dias 19 e 23, do treinamento Embutidos e defumados de carne bovina, promovido pelo Programa Cadeia da Carne de Mato Grosso do Sul e que será realizado na Associação Comercial.
Em Embutidos de carne bovina, os participantes são estimulados a produzir embutidos de qualidade, dentro das normas de higienização e saúde, com práticas simples e pequeno investimento em equipamentos, gerando produtos nobres, refinados e de grande aceitação entre os consumidores.
Este treinamento é dividido em nove tópicos, definidos em Higiene, Fontes de contaminação dos alimentos, Segurança no Trabalho, Aditivos, Fatores que afetam a qualidade de produtos cárneos, Esverdeamento de produtos, Tecnologia de fabricação e Defumação.
Segundo o instrutor José Roberto da Silva, do Senai/MS, a produção de embutidos de carne é um processo que garante maior rentabilidade aos produtores, além disso, as técnicas desenvolvidas durante o curso permitem garantir a maciez, a suculência, o sabor e desenvolver um aroma característico da carne, sem perda de seu valor nutricional.

ATUAÇÃO E INDÚSTRIA
O programa Cadeia da Carne atua desde abril do ano passado e já treinou quase seis mil pessoas, em 67 municípios, com superação de metas e sendo classificado com exemplo de arranjo produtivo por entidades como o Sebrae Nacional e a Plataforma Tecnológica Regional - PTR/Procisur, entidade que envolve Argentina, Uruguai e Brasil.
Com treinamentos em propriedades rurais, frigoríficos, supermercados e açougues, a Cadeia da Carne já conseguiu fundar uma industria de embutidos com uma rede supermercados local. A Rede Econômica, após participar de diversos treinamentos do programa decidiram por desenvolver uma industria de embutidos bovinos. A sede já conta com duas câmaras frigoríficas, restando apenas a sala de manipulação e equipamentos.
O projeto, batizado de Marca Própria foi idealizado pelo presidente da rede Douglas Campos, a produção será comercializada nas 66 lojas da rede, distribuídas pelo Estado.
O Núcleo Gestor do programa Cadeia da Carne é formado pela Acrissul, AMAS, ASBRAM, ASPNP, Banco do Brasil, DFA, Embrapa, FIEMS/SENAI, Famasul, Governo do Estado, através da Secretaria de Produção, Sebrae/MS, Sicadems, Senar e UFMS.

SIGA-NOS NO Google News