Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Sábado, 15 de Maio de 2021
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Educampo pode fortalecer produtores de leite em MS

Cristiane Sandim - 10 de julho de 2003 - 14:40

Uma parceria entre produtores e indústria vai trazer para Mato Grosso do Sul, a partir de agosto por meio do Sebrae MS, o Programa de Educação no Campo – Educampo. É um projeto desenvolvido pelo Sebrae Minas que chega ao Estado com proposta de orientar grupos de produtores rurais, através de capacitação técnica e gerencial. O objetivo é de desenvolver o segmento econômico e social, tornando o mercado mais eficientes e competitivo. "Por oferecer uma melhor rentabilidade o Educampo chega a Campo Grande no próximo mês. O interessante do programa é que ele ajuda o produtor a ser auto-suficiente e isso é muito importante para a classe ", explica a Assessora de Economia da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul (Famasul) parcera no programa.

PROPOSTA
As indústrias indicam os técnicos, agrônomos; zootecnistas ou veterinários, que vão até Minas Gerais para fazer um treinamento. Em seguida é feita uma seleção. No caso de Mato Grosso do Sul devem ser treinados um técnico por bacia, ou seja, oito profissionais afinal esse é o número de bacias leiteiras que o Estado possui. Esse profissional treinado fica responsável pela assistência ao grupo que deve ser de 20 produtores por região. A ação dos técnicos é acompanhada por consultores que avaliam o cumprimento de metas pré-estabelecidas junto com os produtores, levando em conta a capacidade de investimentos e as características de cada propriedade. É uma parceria entre os pecuaristas e a indústria sendo que cada um fica responsável por 50% do subsídio pago ao técnico. Conforme a Assessora da Famasul este programa é destinado apenas aos grandes produtores devido exatamente aos custos. "O Educampo é um projeto que não atende o pequeno produtor, mas nós já pensamos nisso e a proposta é de se criar o ‘Educampinho’. É uma programa inédito que visa atender aos pequenos produtores que possuem carências muito maiores que os grandes pois não podem pagar a assistência técnica oferecida pela proposta do Educampo", justificou.
Para o Coordenador do programa e membro do Sebrae MS, Alexandre Maroso Gessi, o Educampo é uma proposta que orienta e ensina o produtor a ser auto-suficiente. "Eu acho que a proposta é excepcional. Sem contar que tem uma série de coisas que podem ser mudadas de modo a favorecer a classe. Aumentando a produtividade, aumenta-se a geração de lucros desenvolvendo todo um ciclo", concluiu Alexandre Gessi.

SIGA-NOS NO Google News