Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Segunda, 8 de Agosto de 2022
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Dólar sobe mais de 3%

Humberto Marques/Campo Grande News - 17 de maio de 2006 - 17:47

Os mercados nacional e externo voltaram a demonstrar preocupação sobre os rumos da inflação nos Estados Unidos, o que impulsionou o dólar a registrar nesta quarta-feira o maior ganho diário sobre o real desde 26 de maio de 2003. Hoje, a moeda norte-americana encerrou o pregão vendida a R$ 2,205, alta de 3,28%. A cotação também é a maior desde 29 de março deste ano – quando o dólar iniciou a trajetória de queda abaixo dos R$ 2,20, como ressaltou a agência Reuters.

Ontem, a divulgação do Índice de Preços ao Consumidor dos Estados Unidos voltou a erguer a hipótese de que o ciclo de elevação na taxa de juros norte-americana pode continuar; ao mesmo tempo em que o índice de preços no atacado veio abaixo do esperado, e serviu como “calmante” para os investidores. O choque de situações influenciou o mercado interno, levando a Bovespa a fechar em queda de quase 3%. O dólar também se recuperou sobre outras moedas, o rendimento dos títulos norte-americanos de dez anos avançou para 5,16%, e o Risco-Brasil disparou 16 pontos, chegando a 258 pontos básicos sobre os títulos dos EUA.

Juros maiores nos Estados Unidos podem significar desaceleração na economia mundial. Por isso, investidores buscam reduzir suas exposições a ativos de maior risco (como o de países emergentes, caso do real). Diante da recuperação do dólar e do nervosismo do mercado, o Banco Central do Brasil deixou de realizar leilão de compra de dólares no mercado à vista pela segunda vez consecutiva.

SIGA-NOS NO Google News