Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Sábado, 23 de Outubro de 2021
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Detran amplia horário de atendimento

Passa oferecer agendamentos das 7 às 19 horas

Governo de Goiás - 28 de abril de 2020 - 12:20

Detran amplia horário de atendimento

O Departamento Estadual de Trânsito de Goiás (Detran-GO) passa a atender presencialmente das 7 às 19 horas. A nova tabela de horários de atendimento na sede da autarquia passou a vigorar nesta segunda-feira (27). Ao ampliar o horário, que era das 8 às 17 horas, a autarquia aumentará o número de vagas para o agendamento, que passou a ser obrigatório desde o último dia 22.

Para evitar aglomerações, é necessário que o usuário agende o horário no site da autarquia, caso queira se dirigir à sede do Detran-GO. Se desejar atendimento em uma unidade Vapt Vupt, é preciso marcar horário pelo portal www.vaptvupt.go.gov.br. Mesmo com horário estendido, o atendimento presencial é reservado aos serviços que não estão disponíveis no site www.detran.go.gov.br ou no aplicativo Detran GO ON.

Os serviços de segunda via de habilitação, licenciamento, consulta de pontuação, comunicado de venda ou recursos de multas e outros disponíveis no aplicativo só podem ser acessados por canais virtuais. Caso ocorram dúvidas sobre como ou onde buscar atendimento, o Disque-Detran poderá orientar. O número de telefone para contato é 154.

Na semana passada, o Detran-GO realizou aproximadamente 500 atendimentos presenciais por dia em sua sede. Outros 800 processos/dia foram despachados via sistema para atender concessionárias e empresas credenciadas como despachantes.

Visando a preservação da saúde dos servidores e usuários diante da pandemia de Covid-19, para ter acesso à sede do Detran-GO, o usuário deve comprovar o agendamento na autarquia e cumprir normas como o distanciamento mínimo entre pessoas e usar máscaras. No interior do Estado, as Ciretrans estão atendendo presencialmente, sem hora marcada, no entanto, têm reforçado a obrigatoriedade do cumprimento das normas sanitárias.

SIGA-NOS NO Google News