Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Quarta, 10 de Agosto de 2022
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Destino da Varig será definido na segunda-feira

Vitor Abdala / ABr - 24 de junho de 2006 - 10:54

O juiz Luiz Roberto Ayoub, da 8ª Vara Empresarial da Justiça do Rio, disse ter recebido hoje (23) uma proposta de compra da Varig por sua ex-subsidiária Varig Logística (VarigLog). A oferta foi apresentada no final da tarde, logo depois do encerramento do prazo para que a NV Participações, representante dos Trabalhadores do Grupo Varig (TGV), depositasse US$ 75 milhões como primeira parcela para a compra da companhia aérea.

Como a NV Participações não fez o depósito, depois de ter vencido o leilão do dia 8 de junho, a Justiça do Rio cancelou a venda e aceitou receber a proposta de um novo comprador: a VarigLog. De acordo com Ayoub, os juízes, os administradores judiciais da empresa e o Ministério Público estudarão a nova oferta e deverão se pronunciar sobre ela já na próxima segunda-feira (26).

"O procedimento é abrir vista ao administrador judicial e ao Ministério Público no prazo mais curto possível. Não há nenhum interesse em esticar esse processo. Nós temos que decidir. Lógico que, se for viável à empresa, todos torcemos para que haja continuidade (da proposta). Não conheço o conteúdo, mas acredito que seja uma proposta consistente. Na segunda-feira terei uma posição definitiva sobre a questão da viabilidade operacional, financeira e jurídica", disse Ayoub, em entrevista coletiva à imprensa.

No leilão, a NV Participações fez uma oferta de compra da Varig por R$ 1,01 bilhão. No entanto, sem o depósito da primeira parcela de US$ 75 milhões, o negócio não pode ser fechado. A Varig está sob processo de recuperação judicial desde o meio do ano passado.

Segundo a Justiça, com a anulação do leilão do dia 8, a Varig pode ter três destinos: falência, novo leilão ou nova assembléia de credores para avaliar outras propostas de compra da empresa aérea.

SIGA-NOS NO Google News