Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Quarta, 1 de Dezembro de 2021
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Deputada pede afastamento definitivo do Conselho

Agência Câmara - 09 de maio de 2006 - 15:43

No ínicio da reunião do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar, a deputada Angela Guadagnin (PT-SP) pediu o afastamento definitivo do órgão. Ela leu nota de esclarecimento dizendo estar profundamente desapontada pelo afastamento temporário do Conselho de Ética, enquanto respondia a representação do PPS por ter "comemorado em ritmo de dança" a absolvição no processo de cassação do deputado João Magno (PT-MG), em março.
A deputada negou ter atrasado os processos disciplinares no órgão. Ela comentou que queria continuar como relatora da representação contra o deputado José Janene (PP-PR), que ficou com o deputado Jairo Carneiro (PFL-BA).

Vítima de vingança
Angela Guadagnin se considera vítima de vingança por ter "ousado pensar diferente". "Fui execrada pela mídia, que exibiu a versão dos fatos, e não os fatos", criticou.
Ela ressaltou que agiu dentro da lei e sua comemoração foi uma simples manifestação de alegria. A parlamentar citou vários outros deputados que fizeram outras manifestações no plenário e no Conselho de Ética, incluindo agressões físicas. "Nunca faltei com o respeito, luto por princípios nos quais acredito e busco a justiça e a verdade", queixou-se.

Depoimento de Janene
O presidente do Conselho de Ética, deputado Ricardo Izar (PTB-SP), disse que os advogados de Janene manifestaram a intenção do deputado de responder pessoalmente e não por escrito às acusações de ter participado do suposto esquema do "mensalão". Janene, que está de licença médica desde setembro, não especificou, no entanto, se seu depoimento seria em Brasília ou no Paraná.
Izar anunciou que o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes pediu informações ao Conselho de Ética para deliberar sobre outro mandado de segurança solicitado por Janene.

Zulaiê Cobra
Neste instante, o deputado Josias Quintal (PSB-RJ) apresenta ao Conselho de Ética seu parecer sobre o processo contra a deputada Zulaiê Cobra (PSDB-SP). A parlamentar responde a uma representação do PT, que a acusou de ter responsabilizado o partido pelo assassinato do ex-prefeito de Santo André (SP) Celso Daniel.

SIGA-NOS NO Google News