Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Segunda, 6 de Dezembro de 2021
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Defesa Civil alerta sobre temporais e queda de granizo

ABr - 13 de abril de 2006 - 20:50

Alertas da Secretaria Nacional de Defesa Civil (Sedec), do Ministério da Integração Nacional, seguiram hoje (13) para os estados de Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo a fim de prevenir sobre a ocorrência de chuva forte, raios, ventos e queda de temperatura. É possível também a queda de granizo em áreas isoladas.

Entre amanhã e sábado, a previsão é de que os temporais ocorram em áreas isoladas do Mato Grosso do Sul; do sul e do leste do Paraná. Em Santa Catarina o maior risco é no oeste, no planalto sul e no litoral sul.

No Rio Grande do Sul, há maior possibilidade de ocorrências amanhã (14) no oeste e noroeste do estado e, no sábado, no extremo norte gaúcho. A mesma previsão, valerá no domingo para todas as regiões de São Paulo, especialmente o sul paulista. A velocidade dos ventos poderá atingir até 60 quilômetros por hora em São Paulo e no Mato Grosso do Sul e até 70 quilômetros por hora nos estados da região sul.

A Defesa Civil recomenda que a população evite a permanência em áreas sob risco de alagamentos, deslizamento de terra e de pedras – zonas ribeirinhas, baixadas, morros e encostas. É aconselhável que as pessoas busquem abrigo em locais protegidos de raios e de ventos fortes.

Também é possível que a temperatura caia cerca de 10 graus no sábado no Mato Grosso do Sul - especialmente no sul e no oeste do estado – no Rio Grande do Sul, no Paraná e no planalto sul de Santa Catarina. A temperatura mínima deverá variar entre zero e 4 graus nas áreas mais altas de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul, entre 5 e 12 graus nas outras regiões catarinenses, e entre 5 e 10 nas demais áreas gaúchas.

A Defesa Civil de Santa Catarina foi alertada sobre a ocorrência, entre a noite de sábado e o domingo, de mar agitado em todo o litoral catarinense com ondas, em alto mar, de 2,5 e 3 metros de altura. Por causa dessas condições de navegação, a Sedec desaconselha o tráfego de pequenas e médias embarcações.

Com informações do Ministério da Integração Nacional.

SIGA-NOS NO Google News