Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Quinta, 20 de Junho de 2024
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

De virada, Santos perde para o Atlético-GO

FPF - 11 de novembro de 2012 - 13:58

O Santos enfrentou o Atlético-GO neste sábado (10) pelo Campeonato Brasileiro e, de virada, a equipe goiana, mesmo rebaixada para a Série B, venceu por 2 a 1.

Com a vitória, o Atlético vai a 26 pontos e permanece na última posição do campeonato, enquanto o Santos tem 46 e está em nono lugar.

Galhardo bateu falta e a bola foi para a defesa de Márcio. O jogo começou com o Santos tentando chegar ao ataque e tocava a bola para vencer a defesa da equipe goiana. Neymar, aos sete minutos, mandou a bomba e o goleiro fez a defesa.

O Atlético tentava chegar ofensivamente sem conseguir chances de finalizar contra a meta de Rafael. Dodó tentou colocar a bola na área, mas a defesa fez o corte. Aos 16, Galhardo lançou na área, mas ninguém chegou para completar o lance.

Felipe Anderson cobrou escanteio, Neymar ajeitou de cabeça e a bola foi para fora. Ricardo Bueno, aos 22, tentou responder batendo fraco e facilitando a defesa de Rafael. O atacante arriscou novamente três minutos depois, sem sucesso.

Aos 29, Felipe Anderson novamente foi para o arremate, mas a bola bateu na defesa do Atlético e foi para fora. Aos 33, em cobrança de falta, Felipe cruzou na área, André tentou desviar para o gol, mas novamente houve toque do jogador adversário antes da bola ir pela linha de fundo.

Adriano bateu falta e o goleiro do Santos conseguiu a defesa. O jogo era movimentado, mas as duas equipes pouco criavam ofensivamente, se dedicavam à marcação e às jogadas aéreas. Aos 41, Diego Giaretta foi para a cobrança de falta e mandou longe da meta.

O Santos abriu o placar aos 45 minutos, com Bruno Rodrigo. Depois de cruzamento, André ajeitou a bola para o zagueiro vir de cabeça e mandar a bola no fundo das redes de Márcio.

No começo do segundo tempo, Arouca tentou colocar Neymar em condição de chutar, mas o lance acabou não tendo sucesso. Depois, Gérson Magrão foi para o cruzamento e Márcio ficou com a bola. Aos oito minutos, Felipe Anderson mandou na cabeça de Neymar, mas ele colocou por cima do gol.

Dodó foi para o chute, mas desperdiçou a oportunidade. Aos 11, Diogo Campos tentou marcar o gol de empate e Rafael defendeu. Dois minutos depois, foi a vez de Ricardo Bueno arriscar a finalização, que bateu no caminho em Diego Giaretta e foi para fora.

Em boa jogada individual, Neymar partiu pelo meio, tirou o defensor da jogada e chutou para a defesa de Márcio. O Santos seguia tentando controlar o ritmo da partida, mas o Atlético já equilibrava as ações da partida e conseguia fechar alguns espaços na defesa.

Neymar tenta a jogada com Felipe Anderson, mas manda por cima do gol. Patric, aos 29, bateu forte na bola e a colocou longe da meta de Rafael. Novamente na bola parada, o Santos tentou chegar e Felipe Anderson colocou a bola na cabeça de Bruno Rodrigo, que desperdiçou a tentativa de finalização.

De fora da área, Ernandes tentou o arremate e mandou na trave. O Atlético tentava crescer em campo, mas não encontrava espaço para criar as jogadas. Quando conseguiu, chegou ao empate. No passe de Marino, Diogo Campos chegou para tocar a bola em direção ao gol e Rafael não conseguiu defender.

Pouco depois, o árbitro marcou pênalti para o Atlético-GO quando Rafael saiu e derrubou Ernandes dentro da área. Márcio foi para a cobrança e marcou o gol da virada do Atlético.

Neymar tentou fazer a jogada individual nos minutos finais e passar pela defesa, mas na hora do passe para Felipe Anderson, a defesa conseguiu o corte.

O Santos recebe na próxima rodada o Figueirense. O Atlético-GO joga diante do Atlético-MG.

Ficha técnica

Atlético-GO 2 x 1 Santos

Local: Walmir Campelo Bezerra (Bezerrão), Gama (DF);

Árbitro: Emerson de Almeida Ferreira (MG);
Assistentes: Jossemar J. Diniz Moutinho (PE) e Pedro J. Santos de Araujo (AL);
Assistentes adicionais: Rogério Jose Bueno (DF) e Wales Martins de Souza (DF);

Atlético-GO: Márcio; Adriano, Gustavo, Diego Giaretta e Eron; Pituca (Marino), Dodó, Ernandes e Rayllan (Luciano); Ricardo Bueno (Patric) e Diogo Campos
Técnico: Jairo Araújo.

Santos: Rafael; Galhardo (Bruno Peres), Bruno Rodrigo, Durval e Gerson Magrão; Adriano, Arouca, Henrique e Felipe Anderson; Neymar e André (Victor Andrade)
Técnico: Muricy Ramalho.

SIGA-NOS NO Google News