Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Quinta, 2 de Dezembro de 2021
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

De olho no temporal: MS já registra rajadas de vento de 84 km/h com muita poeira e pouca chuva

Estado está sob alerta vermelho para tempestade emitido pelo Inmet.

Midiamax - 23 de outubro de 2021 - 17:30

De olho no temporal: MS já registra rajadas de vento de 84 km/h com muita poeira e pouca chuva

Com alerta vermelho para tempestade emitido pelo Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) para este sábado (23), Mato Grosso do Sul já registra ventos com rajadas de 84 km/h. O aviso meteorológico informa que há possibilidade de ventos na faixa dos 100 km/h.

Conforme dados registrados às 13h nas estações meteorológicas do Inmet, em Lacuna Carapã, a 312 km de Campo Grande, a rajada de vento chegou a 84,6 km/h. 

Em Dourados, no mesmo horário, os ventos chegaram a 76 km/h. A mesma velocidade foi verificada no município de Rio Brilhante, também na região sul de MS.

Em Campo Grande, a forte ventania já levanta poeira e até o momento o Inmet informa ter monitorado rajadas de 51,8 km/h. Rajadas mais fortes são percebidas desde às 8h, com ventos acima dos 40 km/h.

Confira abaixo a classificação dos ventos, conforme a velocidade, segundo a Defesa Civil.

Forte13,9 - 17,1
45,0 - 55,0 k/h
Quando se nota o balanço dos troncos das pequenas árvores.
Muito forte17,2 - 20,7
56,0 - 66,0 k/h
Quando agita e verga as árvores; com esta velocidade o vento oferece sensível resistência a quem marcha em direção contrária a ele.
Duro20,8 - 24,4
67,0 - 77,0 k/h
Quando se deslocam os objetos relativamente pesados, tais como: telhas, etc.
Muito duro24,8 - 28,4
78,0 - 90,0 k/h
Quando as árvores são derrubadas e as casas destelhadas; produz danos materiais; de ocorrência rara no interior dos continentes.
Tempestuoso28,5 - 32,6
91,0 - 104,0 k/h
Quando resultam graves destruições; as árvores são arrancadas completamente, etc. Observado muito raramente no interior dos continentes.

Vento e poeira

Na página do Facebook, leitores do Jornal Midiamax comentaram a situação onde moram, no início da tarde deste sábado (23). Há relatos de fortes ventos com muita poeira em: Aquidauana, São Gabriel do Oeste, Ponta Porã, Dourados, Paranaíba, Jardim, Taquarussu, Nova Andradina, Vicentina, Mundo Novo e Ivinhema.

Granizo em Bodoquena

A cidade de Bodoquena, a 265 quilômetros de Campo Grande, registrou fortes chuvas na manhã deste sábado (23). Ventos fortes provocaram destelhamentos de casas e alagou residências. Pedras de granizo se acumularam no chão, impressionando moradores.

Em grupos de mensagens, moradores trocaram relatos dos momentos da chuva. “Gente do céu, chuva com gelo inundou a nossa casa. Que medo”, relata uma moradora. “Entrou água dentro do meu quarto”, completa.

Alerta vermelho para MS

Conforme o aviso, a chuva pode superar acumulados de 60 mm por hora ou 100 mm por dia. Os ventos poderão ser superiores da 100 km por hora e há possibilidade de queda de granizo. Há um grande risco de danos em residências, cortes de energia elétrica, estragos em plantações, quedas de árvores, alagamentos e transtornos no transporte rodoviário.

O Inmet dá algumas recomendações aos moradores. “Desligue aparelhos elétricos e quadro geral de energia. Em caso de enxurrada, ou similar, coloque documentos e objetos de valor em sacos plásticos. Em caso de situação de grande perigo confirmada: Procure abrigo, evite permanecer ao ar livre”, informou.

Os moradores ainda podem acionar a Defesa Civil (telefone 199) ou Corpo de Bombeiros (telefone 193). Confira mais orientações sobre como se prevenir da tempestade aqui.

Força-tarefa se prepara para temporal

Depois dos estragos causados pela última tempestade, Campo Grande já se prepara para a chuva deste fim de semana. A Sisep (Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos) já foi intimada a realizar reparos preventivos na Capital, para evitar pontos de alagamentos.

O meteorologista Natálio Abrahão, da Estação Meteorológica Uniderp, explicou que a chuva chegará a Campo Grande já na noite de sábado (23) e se estenderá até a madrugada de domingo.

Confira cidades em risco

  • Água Clara
  • Amambai
  • Anastácio
  • Anaurilândia
  • Angélica
  • Antônio João
  • Aquidauana
  • Aral Moreira
  • Bandeirantes
  • Bataguassu
  • Batayporã
  • Bela Vista
  • Bodoquena
  • Bonito
  • Brasilândia
  • Caarapó
  • Campo Grande
  • Caracol
  • Corguinho
  • Coronel Sapucaia
  • Corumbá
  • Deodápolis
  • Dois Irmãos do Buriti
  • Douradina
  • Dourados
  • Eldorado
  • Fátima do Sul
  • Glória de Dourados
  • Guia Lopes da Laguna
  • Iguatemi
  • Itaporã
  • Itaquiraí
  • Ivinhema
  • Japorã
  • Jaraguari
  • Jardim
  • Jateí
  • Juti
  • Ladário
  • Laguna Carapã
  • Maracaju
  • Miranda
  • Mundo Novo
  • Naviraí
  • Nioaque
  • Nova Alvorada do Sul
  • Nova Andradina
  • Novo Horizonte do Sul
  • Paranhos
  • Ponta Porã
  • Porto Murtinho
  • Ribas do Rio Pardo
  • Rio Brilhante
  • Rio Negro
  • Rochedo
  • Santa Rita do Pardo
  • Sete Quedas
  • Sidrolândia
  • Tacuru
  • Taquarussu
  • Terenos
  • Três Lagoas
  • Vicentina

SIGA-NOS NO Google News