Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Terça, 28 de Setembro de 2021
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Crianças feridas em capotamento passam por cirurgia e avaliação neurológica após traumatismo craniano

Irmãos de 4 e 7 anos foram transferidos para Santa Casa após caminhonete em que estavam capotar

Midiamax - 27 de julho de 2021 - 15:56

Policial militar que passava pelo local socorreu as vítimas.
Policial militar que passava pelo local socorreu as vítimas. - (Foto: Divulgação/ PMMS)

Os dois irmãos, de 4 e 7 anos, feridos gravemente após capotamento na MS-377, entre as cidades de Inocência e Água Clara, passaram por avaliação neurológica, cirurgia para correção de fratura no braço e estão em observação na Santa Casa de Campo Grande nesta terça-feira (27). A caminhonete em que elas estavam, uma Chevrolet Amarok, capotou ao desviar de uma ema que estava na pista, na tarde desta segunda-feira (26).

Conforme informado pelo hospital, a criança de 4 anos teve traumatismo cranioencefálico e ferimento no rosto. Ao dar entrada na Santa Casa, ela passou por avaliação neurológica, que não evidenciou lesões, e também recebeu atendimento da equipe de bucomaxilofacial.

Ela precisou realizar um procedimento para sutura de ferimento de lábio inferior e língua, e segue em recuperação consciente e estável, ainda no centro cirúrgico.

Já a outra criança, de 7 anos, teve hematoma nos dois olhos e ferimento na pálpebra esquerda, além de múltiplas fraturas pelo corpo. Ela também foi avaliada pela equipe de neurocirurgia, além de ortopedia, que decidiram que a vítima precisaria de uma cirurgia para corrigir fratura no braço esquerdo.

Contudo, os médicos decidiram que as demais fraturas e lesões, incluindo em ossos do rosto, serão tratadas de forma conservadora, sem a necessidade de outras intervenções cirúrgicas. Ela também segue orientada e estável, na área verde do Pronto Socorro da Santa Casa.

Ambos foram atendidos inicialmente no Hospital Municipal de Água Clara, mas precisaram ser transferidas para a Capital devido à gravidade dos ferimentos. O veículo em que elas estavam, junto a outras seis pessoas, capotou diversas vezes após motorista desviar do animal, arrancou uma cerca de arame e invadiu uma propriedade rural.

Um policial militar aposentado, que passava pelo local, socorreu os ocupantes da caminhonete. Ele tem uma das pernas amputadas e usou as muletas para quebrar o para-brisa e retirar as vítimas, conforme o portal Perfil News.

SIGA-NOS NO Google News