Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Quinta, 23 de Setembro de 2021
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Cooperativa avícola paulista fecha as portas

Danilo Macedo, ABr - 02 de março de 2009 - 21:26

Brasília - Menos de duas semanas depois de a Empresa Brasileira de Aeronáutica (Embraer) anunciar a demissão de 4,2 mil funcionários no interior de São Paulo, a maior cooperatíva avícola do estado, a Coperfrango, localizada em Descalvado e com quase 30 anos de atividade no setor, fechou as portas hoje (2) e vai demitir cerca de 1.200 funcionários.

Segundo o presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Indústria de Alimentação de Porto Ferreira e Região, Orlando dos Santos, continuam trabalhando apenas alguns poucos empregados.

“Tive uma reunião com o representante da empresa na última sexta-feira (27) e ele disse que iria apenas abater as últimas aves, para elas não morrerem de fome, e fechar, porque não tinham nem dinheiro para fazer a dispensa. Hoje estão trabalhando só o segurança e os funcionários do Departamento de Pessoal, fazendo as rescisões dos [contratos dos] outros empregados e deles mesmos”, afirmou Santos.

Santos informou que 500 funcionários já haviam parado há 15 dias e que os demais, que trabalhavam no abate, pararam sexta-feira. O décimo-terceiro salário e os pagamentos de janeiro e fevereiro não foram efetuados. Apesar de a Coperfrango ser grande exportadora para a Europa e a Arábia Saudita e de suas vendas terem caído com a crise mundial que afetou essas regiões, o presidente do sindicato afirmou que o problema vem de antes.

“Foi má administração, porque a empresa já vem capengando há algum tempo. Não tinha mais crédito em lugar nenhum. Não agüentou mais tocar, então fechou”, disse Santos. A reportagem da Agência Brasil procurou os representantes da empresa, mas nenhum deles foi localizado.

O presidente do sindicato disse que a polícia precisou ser chamada sexta-feira, depois que um grupo de cooperativistas chegou para receber o milho que alimenta as galinhas e não encontrou o produto. “Tinha gente querendo matar os caras da empresa. Desde então, eles desapareceram”, concluiu.

De acordo com a prefeitura de Descalvado, a Coperfrango é responsável por 33% do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) repassado ao município, o que representa R$ 8,1 milhões. Esse valor corresponde a 15% da arrecadação de 2008, que foi de R$ 54 milhões.

A situação da empresa preocupa a prefeitura, porque, além da arrecadação e dos 1.200 demitidos, cerca de 4 mil pessoas trabalham indiretamente para a empresa. O número de pessoas que dependem da cooperativa chega a mais de 15% da população da cidade, estimada em 32 mil habitantes. O faturamento da Coperfrango em 2008 foi de cerca de R$ 220 milhões.


SIGA-NOS NO Google News