Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Domingo, 21 de Abril de 2024
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Contra gripe A, lavar as mãos é essencial, mas nem todo mundo lembra

Midiamax - 11 de abril de 2016 - 06:20

O vírus da gripe A está provocando alerta neste outono. Três casos de morte já foram confirmados este ano só em Mato Grosso do Sul e há a suspeita de outros dois casos. Para ficar bem longe dessa doença que para alguns pode ser grave, lavar as mãos é antídoto.

Mas, ainda assim, nas ruas muita gente confessa que não se atenta para a importância desse hábito de higiene. Muitas vezes isso passa desapercebido no dia a dia, admitiram vários dos entrevistados pela reportagem do Jornal Midiamax.

“A preocupação aumentou, mas muitas vezes esqueço de lavar as mãos, até mesmo quando chego em casa no final do dia”, afirma Beatriz Pereira de Alcantara, 33, serviços gerais.

“Melhorar a higiene é importante, e por estar em contato com alimentos no trabalho lavo as mãos o tempo todo, mas em casa ainda esqueço algumas vezes”, diz Vanuza Bobadilha, 38, merendeira

Existem aqueles que não estão muito preocupados, apesar do risco que existe com a doença.

“Não pode se preocupar com isso não. Se tiver que pegar, pegou”, resume Vando Rosa, 77, aposentado

“Eu só tinha medo da dengue mesmo. Da H1N1 eu não tenho medo não”, afirma Marcilei Estron Gavilan, 33, doméstica.

Importante lembrar

As clínicas particulares estão promovendo ações de vacinação, mas com a grande procura as doses estão se esgotando. A previsão é de chegada de novas doses para esta semana. O atendimento nessas clínicas é por ordem de chegada e os valores da vacina variam entre R$ 60 e R$ 110.

Diferente do ano passado, as doses infantis já estão vindo com a dosagem exata, evitando o desperdício, pois como a dosagem é a metade de um adulto, era preciso descartar metade de uma vacina pois não seria utilizada.

A vacinação na rede pública só acontecerá a partir do dia 30, e ainda assim, só será feita em grupos de risco (crianças de 6 meses a 5 anos, gestantes, idosos, profissionais da saúde, povos indígenas e pessoas portadoras de doenças crônicas e doenças que comprometam a imunidade), além desses a campanha será feita para puérperas de até 45 dias após o parto, os adolescentes entre 12 e 21 anos de idade que estão sob medidas socieducativas, a população privada de liberdade e os funcionários do sistema prisional.

Confira o que o Ministério da Saúde orienta sobre a prevenção.

- Frequente lavagem e higienização das mãos, principalmente antes de consumir algum alimento;

- Utilizar lenço descartável para higiene nasal;

- Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir;

- Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;

- Higienizar as mãos após tossir ou espirrar;

- Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;

- Manter os ambientes bem ventilados;

- Evitar contato próximo a pessoas que apresentem sinais ou sintomas de gripe.

SIGA-NOS NO Google News