Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Quarta, 1 de Dezembro de 2021
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Comissão conclui que funcionários da Caixa são inocentes

Aloisio Milani/ABr - 11 de abril de 2006 - 21:01

A Caixa Econômica Federal divulgou hoje (11) nota oficial para informar que a comissão interna, que apurou responsabilidade da quebra de sigilo bancário do caseiro Francenildo dos Santos Costa, concluiu que funcionários diretamente envolvidos no episódio não infringiram a lei e as normas internas da instituição.

Segundo a nota, "o processo de apuração interna seguiu rigorosamente as normas da instituição, assegurou ampla defesa aos empregados e o respeito à autonomia e à independência da comissão sindicante". A conduta do ex-presidente da Caixa Jorge Mattoso não foi avaliada pela comissão, porque, segundo a nota, ele não era empregado da instituição e sua participação é investigada pela Polícia Federal.

Uma das pessoas investigadas e absolvidas pela comissão interna da Caixa foi o consultor especial da Caixa Ricardo Schumann. Agora, a Caixa informou que vai aguardar as conclusões do inquérito da Polícia Federal e da análise do relatório ca Controladoria Geral da União.

Após a divulgação pela imprensa do extrato bancário do caseiro, foi aberto um inquérito para investigar o caso e saber a responsabilidade pelo crime de quebra de sigilo funcional. A Polícia Federal já indiciou o ex-presidente da Caixa Econômica Federal, Jorge Mattoso, e o ex-ministro da Fazenda, Antonio Palocci, por envolvimento com o caso.

SIGA-NOS NO Google News