Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Quarta, 1 de Dezembro de 2021
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Começa a cirurgia para separar irmãs siamezas de MS

Inara Silva/Campo Grande News - 02 de maio de 2006 - 10:32

Deve durar pelo menos 14 horas a cirurgia de separação das irmãs siamesas Jenifer e Stefani, de 8 meses, que estão internadas desde janeiro no Hospital das Clínicas em São Paulo. Segundo o pai das meninas, Flávio de Oliveira Santos, de 22 anos, o procedimento começou por volta das 7h (horário de Brasília) e a assessoria de imprensa informou que a previsão é que a cirurgia só termine à noite. Os pais das meninas estão no local e aguardam ansiosos o desfecho.
Há quatro meses, as meninas, que nasceram ligadas pelo abdome, passam por exames e procedimentos preparatórios por meio de uma equipe multidisciplinar. Recentemente, a mãe Elma Virginia da Silva Prado, de 21 anos, informou ao Campo Grande News que as filhas estão bem de saúde.
Após a cirurgia de separação, as meninas terão que ficar internadas por mais 20 para o pós-operatorio. Posteriormente, quando já tiverem recuperadas, elas terão que passar por cirurgia plástica no abdome. No dia 8 de maio, as gêmeas vão completar nove meses de vida.
A família está confiante na cirurgia porque as meninas receberam um extensor para que a pele fique esticada, facilitando procedimento cirúrgico, com isso, não será preciso uso de tela, pois haverá pele para ambas, segundo informou a mãe. O extensor, conforme Elma, é uma espécie de bexiga, onde o médico injeta silicone. Outro fator, que deixa Elma contente, é que não será necessário transplante de órgãos. Em princípio, os médicos acreditavam que elas compartilhavam o mesmo fígado, mas confirmaram que elas têm órgãos independentes.

SIGA-NOS NO Google News