Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Quarta, 25 de Maio de 2022
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

CNBB condena alterações no Estatuto do Desarmamento

Lourenço Melo/Agência Brasil - 25 de setembro de 2003 - 16:50

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB)
condenou hoje qualquer flexibilização no projeto que legisla sobre o porte e a posse de armas de fogo, o Estatuto do Desarmamento, atualmente em tramitação no Congresso Nacional. A entidade reiterou mensagem pela paz e pelo desarmamento, a partir de estudo elaborado pela Comissão Brasileira de Justiça e Paz da CNBB para a superação da violência.

As afirmações foram feitas pelo presidente da entidade, Dom Geraldo Majella Agnelo, durante entrevista coletiva hoje na sede da entidade, em Brasília. Segundo ele, o secretário-executivo da CBJP, Dom Carlos Moura, apresentou aos bispos proposta para a igreja fomentar no país "uma cultura da justiça e da paz para a superação da violência", que será o tema da Campanha da Fraternidade de 2005.

A CNBB vai lançar em outubro um novo plano de Evangelização para os próximos anos, centrado no encontro com Jesus Cristo e as decorrências de sua doutrina para a pessoa, a comunidade e a sociedade. O objetivo é o aprofundamento da fé, na mística cristã, a partir do Evangelho, para que o cristão "renove a alegria de crer e a participação no trabalho missionário", resgatando práticas básicas da igreja.

Dom Geraldo Majella informou também que a reunião do Conselho Episcopal Pastoral, realizada desde o último dia 23, decidiu, para tanto, criar um projeto para formação de lideranças cristãs para a sociedade, que deverá acontecer em diversas regiões do país. A reunião discutiu ainda questões do momento, como a clonagem humana, quanto ao conceito, problemática e os aspectos éticos implicados.

Outro assunto abordado na entrevista coletiva foram as comemoracoes, no proximo dia 16 de outubro, do 25º aniversário do pontificado de João Paulo II, quando a igreja Católica vai promover diversas celebrações.

SIGA-NOS NO Google News