Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Quarta, 25 de Maio de 2022
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Cardiologista alerta sobre a prevenção das doenças cardiovasculares

Hospital São Domingos - 02 de maio de 2020 - 11:00

Cardiologista alerta sobre a prevenção das doenças cardiovasculares

As doenças cardíacas são absolutamente preveníveis, mas apesar disso, estudo do Ministério da Saúde mostra que os homens têm cuidado pouco do seu coração, pois 60% das vítimas de doenças cardiovasculares no país são do sexo masculino.

Diante dessa preocupante realidade, o cardiologista do Hospital São Domingos, titulado pela Sociedade Brasileira de Cardiologia, José Benedito Buhatem, faz um alerta: "Só não se pode evitar o fator genético, ou seja, uma pessoa que nasceu de uma família coronariopata. As doenças cardiovasculares adquiridas ao longo da vida podem ser evitadas com a educação diária até se atingir realmente o nível de consciência que faça com que o cidadão pratique exercícios físicos pelo menos três vezes por semana durante 30 minutos no mínimo; se alimente de forma adequada, com uma dieta menos gordurosa; não fume; tente evitar o stress [com atividade física e lazer]; e consulte um cardiologista uma vez por ano para realização de exames".

Dr. Buhatem afirma que a principal doença cardiovascular do mundo moderno é a insuficiência coronária ou infarto agudo do miocárdio. "Cerca de 350 mil pessoas morrerão anualmente no Brasil de infarto agudo do miocárdio, que se caracteriza pela parada súbita de sangue para uma área do coração", explica.

Nestes casos, o socorro rápido é fundamental para garantir a vida do paciente. "A pessoa que sofre um infarto agudo do miocárdio precisa ser atendida em no máximo 90 minutos da ocorrência e contar com um hospital e uma equipe preparados para ser salva. A partir deste tempo, o músculo do coração começa a perder elasticidade, reduzindo as chances de salvamento", alerta o médico.

Ele informa que esses pacientes contam com toda a segurança do atendimentos no Hospital São Domingos, que possui um Centro de Cardiologia, com cardiologistas e especialistas em hemodinâmica que seguem todo um protocolo baseado nas diretrizes das Sociedades de Cardiologia brasileira, européia e americana cujo objetivo é tratar as doenças e salvar vidas. "Nossa equipe está tecnicamente preparada e contamos com os equipamentos mais modernos para atender os pacientes que necessitam do tratamento de urgência cujos procedimentos começam desde a entrada dele no setor de emergência. Graças a esses procedimentos, temos salvo muitas vidas", afirma Dr. Buhatem.

Sinais
Os sinais apresentados por quem está sofrendo um infarto são: dor no peito, que pode irradiar para a mandíbula, para os braços ou para as costas e sudorese (suor frio).

Atenção
A prevenção às doenças coronarianas deve ser feita anualmente, com a consulta ao cardiologista. Pessoas que têm histórico na família, precisam iniciar a prevenção aos 20 anos de idade.
Para evitar o estresse, procure fazer atividade física regularmente e de lazer. Durante a atividade física, seja uma caminhada, a pessoa libera endorfina, subitânea que relaxa a musculatura e as artérias.
É um mito pensar que os obesos enfartam ou têm mais colesterol que os magros, isso depende do fator genético e metabólico das pessoas.
O cuidado com a alimentação é essencial, mas não significa dizer que, de vez em quando, não se possa ir a um restaurante, se deliciar com um bom prato, uma cerveja. O que não pode é fazer disto um hábito cotidiano.
Nenhuma bebida pode prevenir as doenças coronarianas. É um mito pensar que o vinho o faz. O uso moderado desta bebida é benéfico para o coração, mas se acompanhado de uma alimentação balanceada, como a Dieta do Mediterrâneo, baseada em azeite, peixes, legumes e vinho (um cálice diariamente no almoço). Estudos feitos com pessoas do Sul da França e do Norte de Portugal, adeptas desta dieta, mostraram que elas vivem até 110 anos devido aos seus hábitos alimentares e outros fatores.

SIGA-NOS NO Google News