Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Quarta, 27 de Outubro de 2021
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Baixo isolamento pode levar Governo a adotar medidas mais dura contra a pandemia

Secretário Eduardo Ridel falou sobre o problema.

Governo de MS - 30 de abril de 2020 - 19:00

Baixo isolamento pode levar Governo a adotar medidas mais dura contra a pandemia

Medidas mais duras poderão ser adotadas em Mato Grosso do Sul, caso as estatísticas do novo coronavírus continuem na contramão do isolamento social, que há dias vem repetindo índices abaixo dos 40% em grande parte dos municípios do interior do Estado.

“Ainda não houve a necessidade de fazer um lockdown ou uma intervenção direta. Isso só vai acontecer se a pandemia evoluir requisitando essas medidas por parte do Governo do Estado no local, município ou na região adequada”, afirma o secretário de governo e gestão estratégica, Eduardo Riedel.

Desde o mês de janeiro, o Governo do Estado tem adotado medidas para estruturar, monitorar e acompanhar a evolução da pandemia no Estado. Porém, o quesito distanciamento social que pode enfraquecer o vírus, depende do comportamento da população para atingir resultados satisfatórios.

A nível nacional, o relaxamento das medidas de distanciamento pode cobrar um alto “preço” dentro de poucos dias. Estudo da Imperial College de Londres, um dos grupos científicos mais reconhecidos na análise da pandemia, aponta que o Brasil tem atualmente a pior situação do mundo e que o número de mortos que atualmente está em 5,5 mil, pode dobrar até domingo.

Isolamento em MS

Menos da metade dos sul-mato-grossenses tem aderido ao isolamento social. A taxa média registrada nesta quarta-feira (29.4) para o Estado foi de 47,3%. Na lista das unidades da federação para o dia, Mato Grosso do Sul foi o lugar onde houve maior movimentação de pessoas em todo País.

SIGA-NOS NO Google News