Cassilândia Notícias

Cassilândia Notícias
Cassilândia, Sábado, 2 de Março de 2024
Envie sua matéria (67) 99266-0985

Geral

Avião cai e explode pouco antes de pouso em Trancoso

Mario Bittencourt, da sucursal Extremo-Sul e A TARDE ONLINE - 23 de maio de 2009 - 10:46

Um avião modelo Super King Air B-350, proveniente de Congonhas, caiu por volta de 21h desta sexta-feira durante manobra de aterrissagem, explodindo no solo a 200 metros da cabeceira da pista do Aeroporto Terravista, em Trancoso, de propriedade do Club Med. Ainda não há confirmação oficial do número de vítimas, ficando entre 11 e 15. Inicialmente, o Samu informou que seriam 15, sendo quatro crianças. Mas, de madrugada, o diretor do Terravista empreendimento, Orlando Martins, e o gerente do aeroporto, James Souza, afirmaram que seriam 11, sendo nove passageiros e dois tripulantes. Na manhã deste sábado, um funcionário da funerária, de nome Alisson, que acompanha o trabalho dos bombeiros no local, informou que seis corpos já foram removidos para o IML (Instituto Médico Legal) de Porto Seguro e oito ainda estão no local.

Parentes das vítimas prestam depoimento à polícia no saguão do aeroporto na manhã deste sábado. Duas equipes da Polícia Técnica de Salvador, comandadas pelo diretor Raul Barreto, fazem a perícia no local do acidente, enquanto o Corpo de Bombeiros trabalha na remoção dos corpos e agentes das Polícias Civil e Militar, além do Exército, fazem a segurança da área onde o avião caiu.

Entre as vítimas confirmadas até agora, estão o dono do avião, Roger Ian Wright, sócio fundador da Arsenal Investimentos, responsável pela área de capital Advisory e membro ativo da equipe de Corporate Finance da empresa, e sua esposa, Lucila Lins. Também morreram o piloto Jorge Lang Filho, de 56 anos, e o co-piloto Nelson, de sobrenome ainda desconhecido.

Proprietário de uma mansão vizinha ao Club Med, o empresário costumava ir a Trancoso a cada 15 dias e tinha a permissão de aterrissar na pista do condomínio. A tripulação fez o último contato com a torre às 20h50, dez minutos antes do acidente. De acordo com James Souza, o piloto disse que tinha boa visibilidade da pista. O gerente do aeroporto afirmou também que Jorge Lang conhecia bem o local, pois levava Roger Ian Wright a cada 15 dias para Trancoso.

Não há confirmação de que a chuva na região tenha influenciado no momento do acidente. O Aeroporto Terravista é dedicado exclusivamente ao atendimento de aeronaves executivas e chegou a ser interditado no ano passado. A pista tem 1.500 metros.

Helicóptero – Outro acidente aéreo aconteceu nesta sexta, 22, em Vitória da Conquista. Um helicóptero caiu e explodiu na zona rural do município, por volta das 19h, provocando a morte do piloto e de um empresário que viajavam na aeronave.

Segundo informações do Capitão Bahia, do Corpo de Bombeiros, o helicóptero saiu de Montes Claros, em Minas Gerais, com destino a Vitória da Conquista e caiu em uma plantação de mandioca na Fazenda Quati, povoado de Simão.

As causas do acidente ainda são desconhecidas. “Uma equipe da Força Aérea Brasileira vem para Vitória da Conquista neste sábado (23) para tentar identificar o motivo da queda da aeronave”, explicou capitão Bahia.

Antes do acidente, o piloto da aeronave chegou a fazer contato com a torre do aeroporto Pedro Otacílio de Figueiredo, em Vitória da Conquista. Moradores da zona rural da cidade afirmaram ter ouvido um barulho no momento da explosão.

SIGA-NOS NO Google News